Saúde

Vigilância em Saúde de Camaquã faz alerta sobre cuidados em combate ao Aedes aegypti

O órgão pede colaboração da população para conter o avanço das doenças causadas pelo mosquito
Por: Camila Mattos/Acústica FM - Foto: Divulgação
Publicado em: 23/07/2021 às 16h33
Atualizado em: 12/08/2021 às 16h14
Vigilância em Saúde de Camaquã faz alerta sobre cuidados em combate ao Aedes aegypti

O Centro Municipal de Vigilância em Saúde de Camaquã, divulgou que os cemitérios do município são vistoriados pelos agentes a cada 15 dias, visando conter a disseminação do Aedes aegypti. Porém, de acordo com o órgão, os esforços não se transformam em bons resultados se não forem somados aos cuidados da comunidade, para que assim, seja possível eliminar todas as situações de risco.

Por conta da pandemia e diante do aumento de focos das doenças causadas pelo mosquito, os profissionais pedem a colaboração de todos que visitam os locais, redobrando a atenção na hora de deixar seus vasos de flores.

> Receba todas as notícias da Acústica no seu WhatsApp tocando aqui!

O mosquito causador das doenças dengue, zika e Chikungunya, se prolifera em depósitos que contenham água limpa e parada, portanto, é recomendado que não seja deixado nenhum tipo de recipiente que possa servir como criadouro para o mesmo.

Até o momento foram encontrados 741 recipientes com acúmulo de água, dos quais muitos apresentavam larvas de mosquitos.