Imunização em Camaquã

Vacinação em Camaquã: saiba quem pode receber a imunização contra a covid-19 nesta segunda-feira (18)

As imunizações seguem sendo aplicadas no Centro de Imunizações Viegas
Por: Gil Martins/Acústica FM
Publicado em: 18/10/2021 às 09h46
Atualizado em: 18/10/2021 às 11h31
Vacinação em Camaquã: saiba quem pode receber a imunização contra a covid-19 nesta segunda-feira (18) Reportagem acompanhou a imunização nesta segunda em Camaquã. Foto: Valério Weege/Acústica FM

A aplicação da primeira dose contra a Covid-19 continua nesta segunda-feira (18) para pessoas com 12 anos ou mais na cidade de Camaquã. Além disso, segundas e terceiras aplicações estão sendo realizadas em públicos específicos na cidade.

> Siga a Acústica no Google notícias tocando aqui

As imunizações seguem sendo aplicadas no Centro de Imunizações Viegas, junto ao Centro Social Urbano no bairro Viegas.

> Receba todas as notícias da Acústica no seu WhatsApp tocando aqui!


Quais os horários de aplicação das vacinas em Camaquã?

- De segunda a sexta das 08h30 às 11h30 e das 12 até às 16h30.

- Terças e quintas a aplicação acontece também no turno da noite, das 17h às 20h.

Quem recebe a primeira dose em Camaquã nesta segunda-feira (18)?

- Adolescentes de 12 a 17 anos recebem a 1º dose da Pfizer,

- População a partir de 18 anos que ainda não se imunizou, recebe aplicação da Coronavac/Butantan.

Quem recebe a segunda dose em Camaquã nesta segunda-feira (18)?

- Coronavac/Butantan: de acordo com a data expressa no cartão;

- Astrazenec/Oxford/Fiocruz: quem fez a primeira dose até o dia 25 de julho,

- Pfizer: quem fez a primeira dose até 25 de agosto.

Quem recebe a terceira dose em Camaquã nesta segunda-feira (18)?

- Profissionais de saúde,

- Pessoas a partir dos 60 anos, no mínimo seis meses após receber a 2ª dose.

Quem recebe a dose adicional em Camaquã nesta segunda-feira (18)?

- Pessoas imunossuprimidas, 28 dias após a segunda dose.

São considerados os seguintes critérios para a aplicação da dose de reforço em imunossuprimidos:

- Imunodeficiência primária grave

- Quimioterapia para câncer

- Transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) em uso de drogas imunossupressoras.

- Pessoas vivendo com HIV/Aids

- Uso de corticóides em doses maiores de 20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por mais de 14 dias

- Uso de drogas modificadoras da resposta imune

- Pacientes em hemodiálise

- Pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas (reumatológicas, auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias).