Grêmio

Tricolor empata com o Fortaleza na Arena e segue sem vencer no Brasileirão

Tiago Nunes vê evolução no Grêmio e pede calma ao torcedor
Por: Gil Martins/Acústica FM - Fotos: Lucas Uebel/Grêmio
Publicado em: 28/06/2021 às 08h57
Atualizado em: 12/08/2021 às 16h14
Tricolor empata com o Fortaleza na Arena e segue sem vencer no Brasileirão

O Grêmio entrou em campo na noite deste domingo (27) para enfrentar o Fortaleza, em partida válida pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro. Jogando na Arena, o Tricolor, com um jogador a menos, empatou sem gols com o Leão.

> Siga a Acústica no Google notícias tocando aqui

“Essa fase ruim vai passar, estamos trabalhando para isso. Os atletas se doaram muito para o jogo. A nossa equipe quando estava 11 contra 11 teve um domínio maior. O jogo pelas laterais está fluindo, temos uma média de 16, 18 finalizações. Prefiro olhar pelo lado meio cheio do copo, estamos evoluindo. Sei da dificuldade da tabela”, disse o técnico Tiago Nunes ao término da partida.

"Não estou tranquilo, sei da magnitude do Grêmio e sei das dificuldades que estamos passando. É um ano de transição também, jogadores jovens chegando e jogadores experientes que foram campeões perdendo espaço”, acrescentou o treinador.

> Receba todas as notícias da Acústica no seu WhatsApp tocando aqui!

O próximo compromisso gremista é na quarta-feira, às 21h30min, contra o Juventude, em Caxias do Sul.

Como foi a partida

As primeiras iniciativas da partida foram adversárias, com 2 minutos de jogo. David fez um cruzamento na área para Pikachu, que desviou de cabeça, mas a defesa cortou a escanteio. Após a cobrança, a bola acabou com Chapecó. Já o Grêmio desceu pela esquerda e rolou a bola para o meio, próximo a meia-lua da grande área, mas a defesa cearense fez o corte com precisão.

> Receba todas as notícias da Acústica no seu Telegram tocando aqui!

Aos 7’, os gremistas tiveram uma nova oportunidade com Ferreira, que dominou, puxou para a perna direita e chutou em direção ao gol, mas a bola subiu demais, saindo por sobre a meta. No minuto seguinte, foi a vez de Douglas Costa receber na direita, descer pelo meio e chutar cruzado, mandando à esquerda do gol, raspando a trave.

Passados 19’, o Grêmio trabalhou bem com uma rápida troca de passes, girando a bola da direita para esquerda, até chegar a Ferreirinha, que finalizou, mas carimbou a marcação.

> Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Toque aqui e inscreva-se no nosso canal!

A primeira mudança no Tricolor foi feita aos 21’, com Lucas Silva ocupando o lugar de Thiago Santos, devido a um problema muscular.

Aos 26’, mais uma oportunidade gremista: após uma boa trama, a bola caiu nos pés de Douglas Costa, que finalizou de bicicleta, mas houve o desvio na marcação. Cinco minutos depois, o camisa 10 cobrou uma falta, mandando direto a gol, mas Felipe Alves defendeu.

O Fortaleza quase abriu o placar aos 33’, quando Ronald fez um lançamento por cima, buscando Éderson, que recebeu entre os zagueiros e tentou finalizar encobrindo Chapecó. Por sorte, mandou por sobre o gol. Quatro minutos depois, os adversários se lançaram em contra-ataque, pela direita. Robson recebeu de Romarinho e finalizou da entrada da área, mas Chapecó fez a defesa.

Na reta final, Éderson arriscou de longe, obrigando Chapecó a se esticar, espalmando a escanteio. Em seguida, foi a vez de Titi finalizar, isolando, com 42’ jogados.

O Tricolor respondeu na sequência, criando sua chance mais clara na etapa inicial. Rafinha levantou para Ferreira, que desviou de cabeça, acertando o poste. Nos acréscimos, uma falta da intermediária, pela meia esquerda: Diogo levantou na área, mas a defesa cortou pela linha de fundo.

O Grêmio voltou a campo com a mesma formação no segundo tempo.

Com 3 minutos, o Tricolor teve uma chance em cobrança de falta. A bola foi colocada na área, Geromel desviou de cabeça e Kannemann ficou com a sobra, finalizando, mas por sobre o gol. Já o Fortaleza quase marcou após uma falha defensiva, mas Rafinha cortou e impediu o que poderia ser o gol cearense.

Logo em seguida, os gremistas voltaram ao campo de ataque, quando Douglas Costa fez um cruzamento buscando Kannemann, que chutou, mas para fora.

Aos 14 minutos da etapa complementar, Kannemann acabou cometendo uma falta sobre Robson, dentro da área, sendo expulso da partida e o pênalti assinalado para o Fortaleza. Pikachu foi para a cobrança e chutou no canto esquerdo. Chapecó defendeu e no rebote, chutou para fora.

A segunda mudança no time gremista foi feita: saiu Matheus Henrique e entrou Paulo Miranda, com 19’.

O Leão chegou com perigo novamente minutos depois, quando David avançou pela meia esquerda e chutou, mas Chapecó fez uma grande defesa.

Quase que o Grêmio abriu o placar aos 29’, quando após contra-ataque, Diogo Barbosa cruzou para Diego Souza, que desviou de cabeça, mas o goleiro defendeu.

Aos 37 minutos, o Tricolor teve um pênalti a seu favor. Diego Souza foi para a cobrança e chutou no canto esquerdo, a meia altura. Felipe Alves defendeu e impediu o gol gremista.

Outras duas alterações feitas por Tiago Nunes: Ricardinho e Léo Pereira ocuparam os lugares de Diego Souza e Douglas Costa, com 41’.

Na reta final, Crispim arriscou da intermediária, pela meia direita, mandando com perigo à esquerda da meta gremista. Em seguida, Pikachu, na frente do gol, recebeu um cruzamento e finalizou de primeira, por sobre a meta.

Nos acréscimos, os gremistas tiveram uma chance em falta. A bola foi colocada direto na área, Titi afastou e ao final, ela sobrou para Felipe Alves, que defendeu.

Final de jogo: empate sem gols na Arena.