EXCLUSIVO

“O agro não pode parar”, diz ministra da Agricultura sobre bloqueio dos caminhoneiros

Ao discursar na tribuna, a ministra destacou a produção agropecuária gaúcha e saudou o status sanitário do RS
Por: Airton Lemos/Acústica FM
Publicado em: 11/09/2021 às 08h16
Atualizado em: 11/09/2021 às 09h04
“O agro não pode parar”, diz ministra da Agricultura sobre bloqueio dos caminhoneiros Foto: Camila Mattos/Acústica FM
“O agro não pode parar”, diz ministra da Agricultura sobre bloqueio dos caminhoneiros Foto: Camila Mattos/Acústica FM

Em entrevista exclusiva à rádio Acústica FM, durante Visita à Expointer, a ministra da Agricultura Tereza Cristina enalteceu a feira. A ministra chegou por volta das 10h da manhã ao parque Assis Brasil e foi para cerimônia de Abertura oficial da Expointer, com o tradicional desfile dos campeões. 

Ao discursar na tribuna, a ministra destacou a produção agropecuária gaúcha e saudou o status sanitário do Rio Grande do Sul livre de febre aftosa sem vacinação. Ela aproveitou a ocasião para entregar ao governador, em mãos, o certificado da Organização Mundial da Saúde Animal.  Encerrada a cerimônia, Tereza Cristina almoçou na casa da Farsul na feira, juntamente às demais autoridades. 

À tarde, ela participou da entrega do primeiro Selo Arte do Queijo Serrano, no Pavilhão da Agricultura Familiar. A ministra da Agricultura Tereza Cristina concedeu entrevista exclusiva à reportagem da Acústica FM enquanto visitava os Pavilhões da Agricultura Familiar. 

A ministra comentou sobre os protestos dos caminhoneiros “Os protestos já diminuíram muito, agora é voltar para produzir, carregar os produtos na produção que não pode parar, o agro não pode parar, o agro tem que continuar a abastecer o Brasil”, afirmou a ministra.

">

A ministra que durante a cerimônia oficial de Abertura recebeu a medalha Assis brasil concedida pelo Governo do Estado. Tereza Cristina também recebeu a medalha do Mérito Farroupilha – a maior honraria entregue pela Assembleia Legislativa gaúcha. A distinção tem o objetivo de homenagear personalidades que contribuem de alguma maneira para o desenvolvimento do Estado.

Acústica na Expointer

A emissora promove até o dia 12, programas ao vivo, boletins diários e cobertura especial direto do local. O evento tem o apoio da Associação Brasileira de Criadores de Devon e Bravon Conexão Rural além de patrocínio de SicrediCES Equipamentos Agrícolas e Energia SolarTop Telecom e Uniasselvi Graduação e pós

Acompanhe programas ao vivo da feira:

"

O presidente da Assembleia Legislativa, Gabriel Souza (MDB), avaliou como de extrema importância que as condecorações da Casa correspondessem ao tamanho do homenageado e que, no caso da ministra, tratava-se de uma unanimidade do setor agropecuário. Ele agradeceu a vinda da ministra à feira, que, além de mostrar os negócios do setor, marcava a retomada dos eventos presenciais no estado e, lembrando que este ano celebrava-se o bicentenário de Anita Garibaldi, comparou a ministra à heroína farroupilha.

A homenageada
Graduada em em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal de Viçosa (MG), Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias nasceu em Campo Grande (MS). Trabalhou em fazendas da família, até ser convidada para cargos de direção de empresas multinacionais, em São Paulo, onde conheceu melhor a raça brangus, que acabou levando à região centro-oeste. De volta ao estado, no fim da década de 1990, foi convidada para ocupar a segunda secretaria da Federação da Agricultura e Pecuária do Mato Grosso do Sul (Famasul).

Em 2006, assumiu o cargo de superintendente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e, no final desse mesmo ano, foi convidada para comandar a Secretaria de Desenvolvimento Agrário, Produção, Indústria, Comércio e Turismo do governo do Estado Mato Grosso do Sul (Seprotur), ficando no cargo por sete anos. Foi eleita como deputada federal em 2014 e reeleita em 2018. Presidiu a Frente Parlamentar da Agropecuária, maior grupo suprapartidário em defesa do agronegócio do Congresso Nacional. 

Honraria máxima
A Medalha do Mérito Farroupilha foi instituída pela Resolução de Mesa nº 937 de setembro de 2009, com a finalidade de homenagear cidadãos brasileiros ou estrangeiros, que, por motivos relevantes, tenham se tornado merecedores do reconhecimento da Assembleia Legislativa. Os nomes propostos como agraciados pelos deputados são submetidos à aprovação da Mesa Diretora da Casa. 


*Com informações da Assembleia Legislativa.