31/08/2015 08h00 - Atualizado em 31/08/2015 08h01

Em domingo de comemorações, Grêmio e Coritiba empatam em 0 a 0

Na Arena, ídolos de 1995 comemoraram 20 anos do bi da Libertadores
Por: Rede Gaúcha Sat Foto: Edu Andrade / Estadão Conteúdo
Em domingo de comemorações, Grêmio e Coritiba empatam em 0 a 0

O domingo foi quase perfeito na Arena do Grêmio. O céu azul e ensolarado carregou 46 mil torcedores para a casa dos tricolores e foi cenário para a festa dos ídolos de 1995 no dia em que o bicampeonato da Libertadores completou 20 anos. Faltou o gol. Em 0 a 0, o Grêmio empatou com o Coritiba e ficou na terceira colocação do Brasileirão.

Fora de campo, as comemorações ficaram por conta de Dinho, Jardel, Luciano, Carlos Miguel, Alexandre Xoxó e outros ídolos, que, no gramado da Arena, repetiram o ato de duas décadas atrás realizado em Medellín, quando o Grêmio empatou em 1 a 1 com o Atlético Nacional e conquistou o seu segundo título continental.

Nas quatro linhas, o Grêmio do mesmo Roger que fora campeão em 1995 destoou das atuações que colocou o ídolo-jogador nas graças da torcida como técnico. Foram poucas jogadas de intensidade - principal marca do atual treinador - e muitas de ligação direta que, pouco perigosas, não assustaram muito o Coritiba.

Ao todo, foram três oportunidades no primeiro tempo. A primeira saiu dos pés de Douglas com quase meia hora de jogo. O camisa 10 alçou na área para Luan, que finalizou e parou nas mãos do goleiro Wilson. No final, Geromel acertou um cabeceio na trave do adversário e, na sequência, Luan chutou à esquerda do arqueiro.

No segundo tempo, a postura de ambas equipes pouco se modificou. O Coritiba continuou fechado, apostando na marcação forte - o que obrigava o Grêmio a abrir mão do toque de bola no chão.

A única vez em que o Grêmio conseguiu furar o bloqueio paranaense foi apenas aos 34 minutos da etapa complementar. Após troca de passes, Giuliano dominou na entrada da área e mandou contra o gol de Wilson: a bola passou perto da trave.

No final, o Coritiba ameaçou com Lúcio Flávio. O jogador arriscou e a bola passou perto da meta de Grohe. Foi a melhor chance dos visitantes na partida.

O Grêmio volta a campo no meio da semana, contra o Figueirense. O jogo será na quinta-feira, fora de casa, pelo Brasileirão. Na segunda-feira, os gremistas esperam o sorteio que define o adversário das quartas-de-final da Copa do Brasil, às 12h30.

FICHA TÉCNICA:

Grêmio 0x0 Coritiba

Local: Arena do Grêmio

Público: 46 mil

Renda: R$ 1.913.943

Grêmio: Marcelo Grohe; Rafael Galhardo (Lucas Ramon), Erazo, Pedro Geromel e Marcelo Oliveira; Edinho, Walace (Bobô), Douglas e Giuliano; Fernandinho (Pedro Rocha) e Luan. Técnico: Roger Machado

Coritiba: Wilson; Leandro Silva, Walisson Maia, Juninho e Carlinhos; João Paulo, Luís Cáceres (Thiago Galhardo), Lúcio Flávio e Ruy (Rodrigo Ramos); Henrique Almeida e Rafhael Lucas (Evandro). Técnico: Ney Franco

Cartões amarelos: Edinho, Erazo, Douglas, Lucas Ramon e Pedro Geromel (GRE); Evandro, Henrique Almeida, Lúcio Flávio, Ruy, Thiago Galhardo e Walisson Maia (CFC)

Deixar um comentário