10/06/2021 19h42 - Atualizado em 10/06/2021 19h42

Taxa SELIC vai AUMENTAR: qual renda fixa vale mais a pena?

Entenda na matéria
Por: Daniel Larusso / Acústica FM - Foto: Divulgação
Taxa SELIC vai AUMENTAR: qual renda fixa vale mais a pena?

Para os trabalhadores que recebem o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), o aumento da Taxa Selic anunciada pelo governo federal não é um fator positivo. O motivo é que antes do aumento, o FGTS conta há 1 ano com uma das melhores taxas de investimentos quando comparado às opções de renda fixa, como o Tesouro Selic, LCI ou CDB.

A remuneração fixa do benefício social chega no patamar de 3% ao ano enquanto as outras seguem a taxa Selic, que chegou número histórico de 2% na pandemia do coronavírus. Quando se trata de investimentos, o FGTS gerou mais lucros aos trabalhadores.

Mas, um novo episódio no mercado financeiro pode acabar com o rendimento mais alto do FGTS, pois o Banco Central irá aumentar a Selic, definida agora em 3,5% ao ano. Ou seja, o Tesouro Selic e os CDBs que pagam CDI, por exemplo, ficam no mesmo patamar de investimento que o FGTS.

Mas como o rendimento do FGTS a 3% ao ano pode nivelar ou ficar acima dos demais investimentos em renda fixa com patamar de 3,5% ao ano?

O motivo é que as principais opções de investimento atualmente pagam Imposto de Renda (IR) sobre os ganhos, enquanto o FGTS é livre de impostos.

Ou seja, se for considerada a distribuição de lucros do FGTS anual, que ocorre desde 2017, o benefício ainda consegue ter mais fôlego que outras aplicações. No ano passado, foram distribuídos entre os cotistas R$ 7,5 bilhões de lucros de investimentos, oferecendo um rendimento de 4,9% às contas vinculadas dos trabalhadores.

Poupança: um péssimo investimento?

A poupança, assim como no FGTS, não há cobrança de IR ou taxa. Porém, o ela ainda fica de lado e abaixo de todas as demais aplicações quando o assunto é rendimento

Isso porquê a poupança rende apenas 70% da Selic, o que é algo ruim. Com o aumento recente na taxa, o lucro ficou em 2,45% ao ano, abaixo dos 3% do FGTS e da taxa básica em sua totalidade, a 3,5%.

Finalizando, caso essa projeção se consolide, ainda o FGTS ainda irá render mais que outros investimentos de renda fixa.

Deixar um comentário