03/05/2021 14h54 - Atualizado em 03/05/2021 14h59

Polícia Civil prende agressor que esfaqueou ex-companheira em via pública

Acusado tentou simular um assalto para esfaquear a mulher em parada de ônibus
Por: Polícia Civil RS - Foto: Polícia Civil RS
Polícia Civil prende agressor que esfaqueou ex-companheira em via pública

A Polícia Civil prendeu em flagrante o autor de feminicídio tentado ocorrido no Bairro Teresópolis em Porto Alegre. De acordo com a investigação, na manhã do domingo (02), por volta das 7h40m da manhã, enquanto a vítima aguardava o ônibus para ir trabalhar, o ex-companheiro simulou um assalto e desferiu diversos golpes de faca na vítima, não consumando o feminicídio por ter sido impedido por dois indivíduos que desceram de um ônibus no local.

> Receba todas as notícias da Acústica no seu WhatsApp tocando aqui!

A vítima tentou se defender do agressor, tendo reconhecido ele durante o ato. Após fugir, a testemunha fez uma ligação para a SAMU, que foi atendida pela irmã da vítima que trabalha no atendimento do serviço de emergência, a qual além de acionar o socorro, depôs à Polícia Civil dizendo que ele vinha ameaçando a vítima para não pagar pensão alimentícia aos filhos do casal.

Policiais civis do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa - DHPP, fizeram o atendimento e atos de investigação preliminar, gravando depoimento da vítima e testemunhas, apontando a autoria e motivação da tentativa de feminicídio. Após diligências ininterruptas, a equipe de investigação da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM), realizou a prisão do agressor em Balneário Pinhal, para onde ele havia fugido.

Com apoio da equipe da Delegacia de Polícia de Pinhal, foram realizadas diligências no município, ouvindo testemunhas e apreendendo a faca possivelmente utilizada para cometer o crime.

> Toque aqui e confira nossas reportagens e os programas da Acústica em nosso canal no YouTube

De acordo com a delegada responsável pela prisão em flagrante, estavam presentes todos os requisitos para a prisão, tendo o agressor sido reconhecido no plantão da DEAM por uma das testemunhas que ajudou a socorrer a vítima. Além disso, há imagens das câmeras de monitoramento da EPTC que demonstram o momento da agressão praticada pelo ex-companheiro, que foi indiciado por tentativa de feminicídio.

A Polícia Civil ressalta a importância de que as denúncias de violência doméstica podem ser feitas presencialmente, através da Delegacia Online, bem como do WhatsApp da Polícia Civil.

Deixar um comentário