24/04/2021 09h18 - Atualizado em 24/04/2021 09h22

Concurso IBGE: Governo cancela Censo Demográfico de 2021

A pesquisa perdeu 96% do orçamento e o investimento baixou de R$ 2 bilhões, para R$ 70 milhões
Por: Luis Ricardo Machado Rede de Notícias Regional - Foto: IBGE / Divulgação
Concurso IBGE: Governo cancela Censo Demográfico de 2021

O Censo Demográfico de 2021 está cancelado por falta de dinheiro. A decisão foi explicada em coletiva de imprensa sobre o orçamento de 2021, concedida por representantes do Ministério da Economia e da Secretaria de Governo. A crise financeira ocasionada pela pandemia do novo Coronavírus é o principal motivo para o corte. A pesquisa perdeu 96% do orçamento e o investimento baixou de R$ 2 bilhões, para R$ 70 milhões.

> Receba todas as notícias da Acústica no seu WhatsApp tocando aqui!

O secretário de Fazenda, Waldery Rodrigues, lamentou o corte. “Novas decisões sobre a locação e realização do Censo tem a fase preparatória e serão comunicadas. Sempre atentando para as orientações, que, do ponto de vista da Saúde, devem ser determinadas pelo Ministério da Saúde”.O Censo é uma pesquisa feita a cada dez anos pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A pesquisa levanta dados sociais e econômicos de todos os brasileiros para identificar os principais problemas enfrentados pela população, além de apresentar possíveis soluções.  É por meio do Censo Demográfico que é possível saber quais são os estados mais pobres, qual é a taxa de alfabetização das pessoas e quantos habitantes uma cidade tem. Muitos governos se baseiam nesta pesquisa para criar projetos a favor das pessoas. Sem a pesquisa, não há base sobre os principais problemas sociais do Brasil. Esse é o segundo corte de orçamento que a pesquisa sofreu.

Enquanto o Congresso estudava o orçamento de 2021, os parlamentares já tinham baixado o investimento para R$ 300 milhões.  Para o sociólogo Rócio Barreto, a falta do Censo pode trazer problemas graves para o país. “É muito eficaz para a elaboração de políticas públicas, principalmente para a população mais pobre. Através do Censo, o governo sabe quantas pessoas moram numa casa, quantos são idosos, crianças e qual é o tipo de necessidades que precisam naquele momento”, explica o sociólogo. Estão previstos para o orçamento de 2021 pouco mais de R$ 4 trilhões.

Durante a coletiva, Waldery Rodrigues disse que os cálculos foram feitos com análises criteriosas e que não há risco de shutdown, termo utilizado para a paralisação da máquina pública. “Da maneira como foi colocado nós teremos, com os instrumentos que foram enviados ontem, a possibilidade de análise da dinâmica orçamentária ao longo do ano e entendemos que neste momento não corremos risco de termos parada em nenhum dos ministérios” O Ministério da economia ainda não sabe quando haverá verbas para que o censo demográfico seja feito novamente.

Deixar um comentário