22/04/2021 08h21 - Atualizado em 22/04/2021 08h21

Rio Grande do Sul assume lugar de destaque no poker nacional

Estado tem um campeonato disputado e jogadores de sucesso internacional
Por: Divulgação - Foto: Unsplash
Rio Grande do Sul assume lugar de destaque no poker nacional

O Rio Grande do Sul ocupa um lugar de destaque no poker brasileiro. O torneio estadual gaúcho de poker é um dos mais disputados do país e possui atletas de alta qualidade, chegando perto até do nível de São Paulo, considerado hoje o estado com o poker mais desenvolvido do Brasil. Além disso, os gaúchos são destaque nas mesas de poker virtual no cassino online Brasil.

O CGP (Campeonato Gaúcho de Poker), organizado pela Federação Gaúcha de Poker, é promovido em cinco etapas – cada uma delas costuma reunir cerca de mil jogadores. Em 2018, por exemplo, quase 1.300 atletas participaram de uma etapa realizada em Caxias do Sul. O vencedor da etapa, o pelotense Tomás Mello, foi premiado com R$ 30 mil.

No ano seguinte, 2019, o campeonato se tornou ainda mais relevante. Os prêmios foram maiores e o número de atletas também cresceu. Para 2020, as previsões eram altas, mas a pandemia da covid-19 causou transtornos na edição do ano passado. O torneio de 2020 marcaria uma reformulação no CGP, na qual seria possível disputar partidas tanto na modalidade principal do poker, a Texas Hold’em, quanto na modalidade Omaha. Também estava prevista uma melhor disponibilização das informações sobre as partidas, jogadores e calendário.

Porém, o advento da crise de saúde pública fez com que a edição de 2020 da CGP fosse suspensa depois da primeira etapa, que havia sido realizada em março em Caxias do Sul. Nove meses depois, em novembro, o poker gaúcho até chegou a ser retomado, com outros eventos realizados no Hotel Plaza São Rafael, em Porto Alegre.

Porém, a segunda etapa da CGP, marcada para dezembro no mesmo hotel, teve que ser novamente adiada devido ao agravamento da pandemia no RS. A segunda etapa ficou marcada para março de 2021. Com a escalada das medidas de distanciamento social, foi novamente postergada para o próximo mês de julho.

A CGP havia tomado medidas de higiene para evitar a eventual disseminação do vírus da covid-19 durante as partidas. As mesas foram reduzidas e as fichas e cartas passaram a ser higienizadas constantemente. Álcool-gel foi disponibilizado nas mesas.

Atletas gaúchos se destacam em nível mundial

O sucesso de jogadores de poker do RS têm ultrapassado as fronteiras brasileiras e alcançado destaque em nível internacional. Um deles é Renan Carlos Bruschi, que, até um ano atrás, já tinha acumulado cerca de US$ 420 mil em premiações de poker ao vivo. Nas partidas online, faturou ainda mais. Ele já venceu ao menos duas vezes o Sunday Million, um torneio internacional disputado online. Ao tornar-se bicampeão do torneio, em 2018, Bruschi derrotou mais de 5.000 competidores e obteve um prêmio de mais de US$ 140 mil. O gaúcho derrotou um jogador finlandês na partida final.

Outro grande competidor gaúcho de poker é Adrovan Rodrigues Jr., considerado um dos melhores do Brasil. Ele chegou à mesa final de uma etapa do Campeonato Brasileiro de Poker realizada em Florianópolis. Na ocasião, ficou em sexto lugar e com um prêmio de US$ 55 mil. Rodrigues Jr. Também já conquistou o primeiro lugar nos torneios Spring Championship of Online Poker e Turbo Knockout.

Mais recentemente, quem tem feito sucesso representando o RS no poker mundial é Thiago Grigoletti, de Pelotas. Ele chegou a ficar em 18º lugar no ranking mundial de 2019, mas encerrou a temporada em 56º, com 5.891 pontos. Ao longo da carreira, Grigoletti já acumulou, ao menos, US$ 1,79 milhão em premiações. No ano passado, ele obteve uma conquista de três tríplices coroas – nome que descreve a vitória em três torneios online de sites diferentes com prêmio de, pelo menos, US$ 10 mil em um período de sete dias.

Deixar um comentário