20/04/2021 10h17 - Atualizado em 20/04/2021 10h33

Assembleia solicita antecipação de vacinação dos profissionais da educação

Documento aponta a essencialidade do retorno presencial das aulas no Rio Grande do Sul
Por: Valesca Luz / Acústica FM - Foto: Valesca Luz / Arquivo / Acústica FM
Assembleia solicita antecipação de vacinação dos profissionais da educação

Após mais de um ano de pandemia, o debate referente ao retorno das aulas presenciais segue ocorrendo entre representantes políticos no Rio Grande do Sul. Na manhã desta terça-feira (20), a Assembleia Legislativa, através do presidente, deputado Gabriel Souza (MDB), apresentou medidas em apoio a vacinação dos profissionais da educação.

> Receba todas as notícias da Acústica no seu WhatsApp tocando aqui!

Dois documentos solicitam ao Supremo Tribunal Federal (STF) a antecipação da vacinação dos profissionais públicos e privados da educação no plano de vacinação contra a covid-19 e retorno das aulas presencias. Caso seja aprovado, dentro de um segundo momento iniciará a discussão da criação de um cronograma para imunização imediata.

A expectativa deve beneficiar inicialmente profissionais da educação infantil e assim progressivamente. O futuro planejamento deverá apontar a possibilidade de uma data para o retorno das atividades, visto que os profissionais devem receber duas doses da vacina: “Não podemos correr o risco de perder mais um ano letivo”, declara o presidente. Cerca de 200 mil profissionais devem receber a imunização.

O projeto de lei 144 2020 reconhece a educação como atividade essencial e prática da atividade física e do exercício físico como essenciais para a população do Rio Grande do Sul em estabelecimentos prestadores de serviços destinados a essa finalidade, bem como em espaços públicos em tempos de crises ocasionadas por moléstias contagiosas ou catástrofes naturais, por unanimidade pela casa.

Deixar um comentário