12/04/2021 10h04 - Atualizado em 12/04/2021 10h08

Turistas que furaram quarentena na Índia são obrigados a escrever 500 vezes pedido de desculpas

O fato ocorreu com dez turistas de Israel, Estados Unidos, México e Austrália
Por: Lennon Haas / Acústica FM - Foto: nonmisvegliate / Pixabay
Turistas que furaram quarentena na Índia são obrigados a escrever 500 vezes pedido de desculpas

Uma punição inusitada foi aplicada na Índia para turistas que furaram a quarentena durante a pandemia. Lembrando muito o que ocorre com o personagem Bart Simpson, na animação ‘Os Simpsons’, os “furões” tiveram que escrever repetidamente a mesma frase, como castigo.

O fato ocorreu com dez turistas de Israel, Estados Unidos, México e Austrália, que foram detidos enquanto passeavam na área de Tapovan, da cidade indiana de Rishikesh. A área ficou bloqueada por 21 dias em meio à disseminação do coronavírus. Todos os cidadãos e visitantes tinham que seguir diretrizes rígidas.

Como punição, os turistas tiveram que escrever 500 vezes a frase “Eu não segui as regras de bloqueio, sinto muito”.

Com o castigo, a polícia quis enviar uma mensagem forte a todos que estavam levando o confinamento de forma leviana.

Deixar um comentário