08/04/2021 17h59 - Atualizado em 08/04/2021 17h59

Sociedade de Pediatria do RS manifesta contrariedade às aulas presenciais

Nota sobre o assunto foi divulgada nesta semana
Por: Gil Martins/Acústica FM - Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília
Sociedade de Pediatria do RS manifesta contrariedade às aulas presenciais

Em nota divulgada nesta terça-feira (06), a Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul demonstrou preocupação com a possibilidade de retorno das aulas presenciais no cenário atual de bandeira preta, classificada pelo governo do Estado.

> Receba todas as notícias da Acústica no seu WhatsApp tocando aqui

Mesmo apresentando posição contrária no passado, a entidade emitiu alerta ressaltando que o cenário atual requer cautela e bom senso.

A entidade afirma apoiar a todos que reconhecem na escola uma atividade prioritária e que continuará na luta por este direito, mas adverte que “no momento, não devemos aumentar o risco imposto à saúde da nossa população”

“Ao longo do mês de março, as taxas de novas infecções e de internação no nosso estado saíram do controle e passamos a transitar num cenário definido por alguns como ‘transmissão descontrolada'”, argumenta a nota.

No site da entidade ainda há menção quanto a necessidade de vacinação dos trabalhadores(as) da educação antes do retorno presencial acontecer. “A SPRS também manifesta preocupação com todos os professores e trabalhadores envolvidos no sistema educacional. O retorno às aulas dependerá de condições que assegurem a proteção a esses trabalhadores, tanto na rede privada como na pública”.

Leia a nota na íntegra:

Texto: Cpers Sindicato

Deixar um comentário