07/04/2021 09h35 - Atualizado em 07/04/2021 09h37

Pandemia aumentou pesquisas e vendas de remédios para insônia

Atualmente 73 milhões de brasileiros sofrem com o problema
Por: Lennon Haas / Acústica FM - Foto: Pexels / Pixabay
Pandemia aumentou pesquisas e vendas de remédios para insônia

A pandemia tem mexido diretamente com o sono dos brasileiros. É o que tem mostrado dados do Google e do Conselho Federal de Farmácia.

Conforme dados do Conselho Federal de Farmácia, a venda de remédios para insônia teve um aumento de 20% em 2020. Nesta categoria se encaixam medicamentos como Clonazepam (Rivotril), Diazepam e Zolpidem.

No Google, o termo “insônia” foi o mais procurado entre abril e maio do ano passado, ou seja, no momento em que medidas mais restritivas estavam sendo adotadas em todo o Brasil. A pesquisa por “remédios para insônia” chegou a ter um aumento de 130%.

Segundo pesquisa realizada pela Associação Brasileira do Sono (ABS), atualmente 73 milhões de brasileiros sofrem de insônia.

Deixar um comentário