08/03/2021 08h32 - Atualizado em 08/03/2021 08h40

Frente Parlamentar da Agropecuária Gaúcha da Assembleia terá novo presidente

Cerimônia acontece nesta segunda-feira (08) exclusivamente em formato virtual
Por: Melissa Bulegon - Assessora de Imprensa / Foto: Vinícius Reis/Arquivo
Frente Parlamentar da Agropecuária Gaúcha da Assembleia terá novo presidente

Após um ano no comando da Frente Parlamentar da Agropecuária Gaúcha da Assembleia Legislativa, o deputado Edson Brum (MDB) entregará o cargo para o atual vice-presidente, deputado Elton Weber (PSB). A solenidade de posse será nesta segunda-feira (8), às 10h30, exclusivamente em formato virtual devido à vigência de bandeira preta no Estado.

Brum solicitou a substituição após aceitar o convite do governador Eduardo Leite para assumir como secretário de Desenvolvimento Econômico. Com a troca, o deputado Beto Fantinel (MDB) será o novo vice-presidente da Frente.

“Encaro um novo desafio neste momento difícil pelo qual passa nosso Estado ciente de que precisaremos cada vez mais incentivar projetos e fornecer condições para que o setor primário se mantenha competitivo. Desejo sucesso ao colega Elton, que já vinha atuando conosco, com a certeza que fará um grande trabalho na Frente”, destacou Brum.

O deputado Weber agradeceu a confiança e antecipou que um dos primeiros temas a ser encaminhado neste novo ciclo será o projeto de lei em tramitação na Câmara dos Deputados que permite a venda de terras a estrangeiros no Brasil. “Estou entusiasmado em comandar essa Frente tão importante, considerando o papel fundamental da agropecuária na economia do Estado e do País, especialmente nesta crise sem precedentes provocada pela pandemia”, salientou.

Durante o período em que foi presidente, Brum destacou o papel do agro na recuperação do País diante da crise causada pela pandemia de coronavírus. Entre as ações trabalhadas, destaque para as medidas conquistadas junto aos governos estadual e federal que ajudaram a amenizar os danos causados pela estiagem, como a destinação de recursos para a perfuração de poços artesianos e abertura de açudes nos municípios, a prorrogação de dívidas de custeio e investimento, a criação de linhas de crédito emergenciais para agricultores e cooperativas e a anistia de 100% para os agricultores que adquiriram sementes no Troca-Troca Safrinha e de 32% de desconto no Safra.

A Frente também se mobilizou em defesa do setor de proteína animal durante a pandemia. O presidente participou desde o início das ações que culminaram na publicação, pelo governo federal, das medidas destinadas à prevenção, controle e mitigação dos riscos de transmissão da covid-19 nos frigoríficos e indústrias de laticínios.

Outros assuntos que tiveram ações desenvolvidas foram as demandas dos produtores de leite, a destinação de recursos para a agricultura familiar, o apoio ao setor arrozeiro, a manutenção das inspetorias veterinárias nos municípios, o auxílio aos atingidos pelo ciclone bomba no Litoral, o incentivo a orgânicos, a luta pelos fumicultores, a defesa pela filantropia da Emater e o impacto dos javalis na agricultura, entre outros.

Deixar um comentário