01/03/2021 15h12 - Atualizado em 01/03/2021 15h52

Vereadores devem discutir volta das eleições dos diretores de escolas municipais

Assunto será votado pelos parlamentares de Camaquã, nesta segunda-feira (01)
Por: Gil Martins/Acústica FM - Foto: Mayara Farias
Vereadores devem discutir volta das eleições dos diretores de escolas municipais

Na noite desta segunda-feira (01), os parlamentares da Câmara de Vereadores de Camaquã, irão discutir sobre a volta da “Gestão Democrática” da escolha de diretores e vice-diretores das escolas municipais do município. Trata-se de um Requerimento com Apoio do Plenário.

> Receba todas as notícias da Acústica no seu WhatsApp tocando aqui

O documento é de autoria do vereador Claiton Silva (PDT), juntamente com os líderes de bancada, Vitor Azambuja (Progressistas), Mano Martins (DEM), João Pedro Grill (PSB), Marivone Ramos (PT), Ronaldinho Renocar (Progressistas) e do vice-líder Ilson Meireles (Progressistas).

O projeto traz como justificativa, que “as comunidades escolares, tenham o direito e o dever de escolherem os profissionais gestores de suas escolas, pois a Escola é da Comunidade Local onde está inserida”. A própria Lei orgânica do município estabelece a escolha de forma democrática, no seu artigo Art.145 §1°: ''Os diretores das escolas públicas municipais serão escolhidos mediante eleição direta e uninominal pela comunidade escolar na forma da lei.''

A expectativa é de que havendo maioria na votação, seja possível o retorno das eleições dentro da comunidade escolar, como ocorria tempos atrás. Nos dias atuais, a escolha trata-se de uma imposição do Poder Executivo.

Mas a aprovação pela maioria dos vereadores, não significa que o modelo de eleição retornará a ser aplicado de forma imediata. Se for aprovada, a proposta será encaminhada como sugestão, ao atual prefeito, Ivo de Lima Ferreira.

Reportagem da Acústica acompanha parte da fiscalização contra aglomerações em Camaquã neste domingo (28):

Deixar um comentário