22/02/2021 14h40 - Atualizado em 22/02/2021 14h42

Documentos mostram que Facebook inflou audiência de anúncios

Empresa é alvo de demanda coletiva desde 2018
Por: Lennon Haas / Acústica FM - Foto: Divulgação
Documentos mostram que Facebook inflou audiência de anúncios

Documentos obtidos em uma ação civil nos Estados Unidos mostraram recentemente que o Facebook tinha conhecimento que o número estimado de usuários para ver anúncios na plataforma estava inflado, porém resolveu ignorar o fato, com o objetivo de obter mais receita. A rede social de Mark Zuckerberg é alvo de demanda coletiva de uma empresa desde 2018.

A empresa gerou US$ 85,9 bilhões de receita no ano de 2020, sendo que 97,9% do valor teve origem da publicidade digital. Os preços dos anúncios para empresas variam devido a diversos critérios, entre eles, o número de usuários que podem visualizar.

"O Facebook sabia que o problema era provocado sobretudo por contas falsas e duplicados (...) Executivos impediram que funcionários solucionassem o problema porque pensavam que o 'impacto nas receitas (seria) significativo", dizem os documentos judiciais.

O Facebook nega a acusação.

Em 2016, o Facebook admitiu que divulgava dados inflados de visualizações de vídeos.

Deixar um comentário