27/01/2021 14h22 - Atualizado em 27/01/2021 14h35

Polícia apura caso de adolescente vacinado no lugar de idoso morto

O suposto crime teria acontecido na cidade de Passo Fundo, região norte do RS
Por: Camila Mattos/Acústica FM - Foto: Divulgação
Polícia apura caso de adolescente vacinado no lugar de idoso morto

A Polícia Civil abriu inquérito de investigação nesta quarta-feira (27) sobre um suposto caso de fura-fila das vacinas contra a covid-19 em Passo Fundo, norte do Rio Grande do Sul.

Conforme as primeiras informações, um adolescente de 12 anos teria sido vacinado em um asilo para idosos, utilizando o documento de um homem que já está morto.

A situação foi descoberta após registro da vacinação no sistema de dados da prefeitura. Ao gerar desconfiança, a prefeitura denunciou a situação à 2ª Delegacia de Polícia da cidade. O suposto caso foi registrado na segunda-feira (25), dia em que aconteceu a vacinação em um residencial privado para idosos.

A Polícia apura também se, no momento da imunização, o adolescente usava uniforme igual aos demais funcionários e máscara, dificultando a identificação. Relatos apontam participação da mãe do adolescente no caso, já que a mesma seria funcionária do residencial. Se a investigação for confirmada, o adolescente responderá por ato infracional ao Estatuto da Criança e Adolescente (ECA) e a mãe dele, por fraude.

O caso está com sob responsabilidade do delegado Venícius Demartini, da 2ª DP.

No município até o momento, já foram vacinadas 2.794 pessoas, sendo 2.411 profissionais de saúde, 309 idosos moradores de instituições de longa permanência, e 74 indígenas.

Deixar um comentário