13/01/2021 10h06 - Atualizado em 13/01/2021 10h06

Mídia Social suspende canal de Donald Trump

Presidente não pode publicar fotos, vídeos ou fazer transmissões ao vivo na plataforma por pelo menos 7 dias
Por: Camila Mattos/Acústica FM - Foto: Divulgação Casa Branca
Mídia Social suspende canal de Donald Trump

O YouTube suspendeu o canal de Donald Trump após o ataque ao Capitólio dos Eua na semana passada por simpatizantes e partidários do Presidente. A rede explicou que a medida foi tomada pois Trump teria incentivado a violência em seu canal, o que é proibido pela plataforma de mídia social.

O canal de Trump fica impedido de enviar novos vídeos ou fazer transmissões ao vivo por no mínimo sete dias, que podem ser prorrogados, segundo comunicado do YouTube. A empresa também desativou indefinidamente os comentários nos vídeos do canal.

Outros canais de mídias sociais também suspenderam contas de Trump.

O Twitter, por exemplo, já baniu a conta do presidente americano permanentemente. Já o Facebook e Instagram suspenderam as contas de Trump até a posse de Joe Biden, marcada para o dia 20 de janeiro.

Já o bloqueio de ações no Youtube, ocorreu após comentários inadequados feitos pelo Republicano em uma entrevista coletiva, que foi transmitida na plataforma na manhã de terça-feira (12).

A ação do Youtube contra o presidente ocorre depois que grupos de direitos civis dos EUA disseram à Reuters que estavam prontos para organizar um boicote publicitário contra a empresa se ela não suspendesse o canal de Trump.

Deixar um comentário