12/01/2021 09h19 - Atualizado em 12/01/2021 09h19

Diretor do Inep morre vítima de Coronavírus

O general era chefe do setor do Enem e trabalhava na autarquia há dois anos
Por: Camila Mattos/Acústica FM - Foto: Exército Brasileiro
Diretor do Inep morre vítima de Coronavírus

Em comunicado à imprensa, o Instituto Nacional de Estudo e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão vinculado ao Ministério da Educação (MEC) responsável pela organização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), confirmou nesta segunda-feira (11) a morte do General da reserva Carlos Roberto Pinto de Souza, diretor de Avaliação da Educação Básica do instituto.

Ele morreu em Curitiba (PR) aos 59 anos, em decorrência da Covid-19.

A primeira prova do Enem 2020, acontece no próximo domingo (17) em todo o país.

No portal do órgão, foi divulgada uma nota de falecimento oficial.

Confira na íntegra:

"Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) manifesta profundo pesar pelo falecimento de Carlos Roberto Pinto de Souza, diretor de Avaliação da Educação Básica do órgão desde agosto de 2019. O diretor faleceu na tarde desta segunda-feira, 11 de janeiro, em Curitiba (PR).

Carlos Roberto tinha doutorado em Altos Estudos Militares e foi Comandante do Centro de Comunicação e Guerra Eletrônica do Exército Brasileiro. À frente da Diretoria de Avaliação da Educação Básica, coordenou as equipes envolvidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja), Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros (Celpe-Bras), Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa), entre outros. O diretor participou ativamente da concepção do Enem Digital e do Novo Saeb, principal projeto a que se dedicava nos últimos meses.

A presidência do Inep, em nome de todos os seus colaboradores, agradece o trabalho desempenhado com dedicação, entusiasmo, responsabilidade e senso ético pelo diretor Carlos Roberto. Seu nome estará registrado na história do Inep."

Deixar um comentário

Publicidade