03/12/2020 17h16 - Atualizado em 03/12/2020 17h18

Relatório aponta focos de duas espécies de gafanhotos no Rio Grande do Sul

Equipes realizaram levantamento in loco em seis cidades gaúchas
Por: Gil Martins/Acústica FM - Foto: André Ebone/Seapdr
Relatório aponta focos de duas espécies de gafanhotos no Rio Grande do Sul

A Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) divulgou nesta quinta-feira (3) o relatório de monitoramento de surto de gafanhotos no Estado. Os levantamentos foram realizados in loco na região Noroeste, de 30 de novembro a 2 de dezembro, de acordo com a notificação da ocorrência de focos de gafanhotos.

- RECEBA OUTRAS INFORMAÇÕES NO SEU WHATSAPP CLICANDO AQUI

Segundo o engenheiro agrônomo e chefe da Divisão de Defesa Sanitária Vegetal da Seapdr, Ricardo Felicetti, no local foram coletados indivíduos para identificação das espécies de gafanhotos que estão ocorrendo na região, determinando no local a incidência e a intensidade de desfolha nos cultivos e áreas de mata.

Felicetti destaca que os municípios com relatos de focos foram Santo Augusto, São Valério do Sul, Chiapeta, Coronel Bicaco, Campo Novo e Bom Progresso. “Foram identificadas pelos especialistas duas espécies de gafanhotos pertencentes à Família Romaleidae, Zoniopoda iheringi e Chromacris speciosa. Não se tratam de gafanhotos migratórios da Família Acrididae, pela qual foi motivada a Portaria de Emergência Fitossanitária devido ao risco de ingresso pela Argentina a partir do mês de maio”, esclarece.

*Com informações da Seapdr

Deixar um comentário

Publicidade