02/12/2020 17h24 - Atualizado em 02/12/2020 18h05

Delegada explica como funcionará fiscalização contra aglomerações em Camaquã

Aperto na fiscalização iniciará com intuito educativo, antes de serem tomadas medidas enérgicas
Por: Gil Martins/Acústica FM - Foto: Gil Martins/Acústica FM
Delegada explica como funcionará fiscalização contra aglomerações em Camaquã

Durante entrevista concedida nesta tarde de quarta-feira (02), na Acústica, a Delegada Regional de Polícia, Carla Khun, detalhou como irá ocorrer o aperto na fiscalização contra aglomerações em Camaquã. Parte das ações foram definidas durante uma reunião realizada na tarde de hoje, com o Poder Executivo.

- RECEBA OUTRAS INFORMAÇÕES NO SEU WHATSAPP CLICANDO AQUI

Como o município permanece em bandeira laranja, as primeiras ações serão com intuito educativo, onde os agentes estarão levando orientações em diversos locais onde ocorrem as aglomerações. Estas ações pontuais, buscarão incentivar as pessoas a adotarem as medidas necessárias de contenção ao avanço da Covid-19.

Segundo a Delegada, existem diversas previsões legais, que apontam para punição das pessoas que não respeitarem as determinações impostas nos decretos municipal e estadual. A expectativa é de que a conscientização seja suficiente, para evitar um aperto ainda maior da fiscalização, caso o município entre em bandeira vermelha.

Carla também falou sobre as festas de final de ano, onde o decreto estadual estabelece que as famílias que residem em regiões que estejam em bandeira vermelha, não devem realizar aglomerações durante as comemorações do Natal e ano novo. O mesmo decreto coloca a possibilidade de que as equipes de fiscalização, adentrem nas residências onde houver denúncias de aglomeração. “Evitem aglomerações, evitem um desgaste maior e cumpram as medidas de prevenção”, disse a delegada, alertando para que não seja necessária uma ação mais enérgica das forças policiais.

Como o decreto também estabelece a proibição de pessoas na beira das praias, a Delegada também confirmou o aumento da fiscalização nas praias da região, onde Arambaré e Tapes terão uma atenção redobrada para evitar o descumprimento das medidas.

Uma nova reunião sobre o tema, será realizada nesta quinta-feira (03), onde serão definidas as formas das quais a Brigada Militar e a Polícia Civil, estarão atuando na cidade. A expectativa é de que os trabalhos fiscalizatórios iniciem já neste final de semana.

Deixar um comentário