02/12/2020 10h19 - Atualizado em 02/12/2020 10h30

DENÚNCIA: Dados pessoais de sócios do Internacional são vazados ilegalmente em processo político

Entre os dados estão nomes, RGs, CPFs, endereços e telefones de contato
Por: Redação Acústica FM - Foto: SCNTERNACIONAL/DIVULGAÇÃO
DENÚNCIA: Dados pessoais de sócios do Internacional são vazados ilegalmente em processo político

Uma grave denúncia em relação às eleições do Sport Club Internacional marcou a noite desta terça-feira (01). Informações obtidas com exclusividade e apuradas pelo jornalista Lennon Haas, da Rádio Acústica FM, mostram que dados pessoais dos sócios do clube estão sendo compartilhados entre integrantes de grupos de uma das chapas concorrentes ao pleito.

Em uma série de capturas de tela divulgadas pelo jornalista em suas redes sociais, integrantes e apoiadores da chapa Reage Inter admitem conseguir dados pessoais dos sócios e repassar aos consulados. A Lei Geral de Proteção de Dados, em vigor no Brasil desde o dia 18 de setembro, torna a divulgação deste tipo de dados estritamente proibida.

 

Em uma das capturas de tela, um membro do grupo afirma que pediu os dados dos sócios e recebeu no dia 28 de setembro, ou seja, com a lei já em vigor.

Além da prática ser ilegal pela LGPD, ela também é proibida pelo Regulamento Eleitoral do clube (clique aqui e acesse).

 

O jornalista também teve acesso a um documento com dados pessoais de mais de 60 sócios, compartilhada no grupo e enviada para um consulado. Na lista constam dados como nome completo, data de nascimento, telefone, email, endereço, RG, CPF e filiação dos sócios.

Deixar um comentário