28/11/2020 13h45 - Atualizado em 28/11/2020 13h45

Vereador eleito mais votado de Camaquã defende corte de gastos na Câmara

Luciano "Cabeça" se declarou contrário à diária de vereadores e à construção de novo prédio para o Legislativo
Por: Kevin Oswaldt / Acústica FM Foto: Daniel Nunes / Acústica FM
Vereador eleito mais votado de Camaquã defende corte de gastos na Câmara

O vereador eleito mais votado de Camaquã, Luciano Pereira Dias (PSDB), o “Cabeça”, concedeu entrevista ao programa Esquina Democrática, na manhã deste sábado (28). Ex-secretário da Saúde, ele promete uma atenção especial a esta área, com o objetivo de manter “Camaquã no rumo certo” e dar continuidade ao projeto do governo do prefeito Ivo de Lima Ferreira.

Dias foi secretário municipal no início da pandemia de coronavírus, e foi o responsável pelas primeiras ações de combate à covid-19 que foram executadas pela pasta, em Camaquã. O futuro vereador reconhece que vem ocorrendo um aumento no número de casos de coronavírus em Camaquã.

Entretanto, durante a entrevista, ele evidenciou o grande número de recuperados da doença e também ressaltou o aumento no número de leitos de UTI em todo o Rio Grande do Sul. “Naquele primeiro momento, vivemos uma grande restrição porque a saúde precisava se preparar para combater a doença”, defendeu. “Cabeça” entende que as eleições não foram a causa do aumento de casos da covid-19, mas sim a falta de conscientização de parte da população.

Na câmara de vereadores, Dias deve priorizar o corte de gastos. Na entrevista, ele se declarou contrário à diária de vereadores e à construção de um novo prédio para o Legislativo. Além disso, o ex-secretário deve voltar suas ações para o fortalecimento dos bairros, através do apoio às associações locais.

Confira o programa Esquina Democrática deste sábado:

Deixar um comentário