12/11/2020 10h12 - Atualizado em 12/11/2020 10h12

Google Fotos acabará com armazenamento gratuito, saiba como não perder suas fotos!

Serviço será pago para backups de vídeos e fotos maiores que 15GB
Por: Iury Rodrigues/Acústica FM - Foto: Valesca Luz/Acústica FM
Google Fotos acabará com armazenamento gratuito, saiba como não perder suas fotos!

O Google vai acabar com o armazenamento ilimitado gratuito de imagens e vídeos no aplicativo Google Fotos. A mudança ocorrerá a partir do dia 1º de junho de 2021, quando vídeos e fotos de “alta qualidade”, passarão para o limite de 15GB já existente no armazenamento em nuvem do Google que é dividido ainda com outros serviços fornecidos pela empresa como, slides, documentos e planilhas.

Fotos e arquivos já salvos no Google não passarão por nenhuma mudança, será contabilizado no novo limite de armazenamento apenas uploads feitos a partir de junho de 2021. Hoje o Google Fotos permite que o usuário faça backups de maneira gratuita, sem se preocupar com o espaço salvo na nuvem.

Segundo o Google, a mudança ocorrerá para garantir o bom funcionamento e maior investimento no serviço que tem uma alta demanda, estimada pela companhia em mais de 4,3 milhões de GB de arquivos adicionados todos os dias no Gmail, Fotos e Drive. Além da mudança no limite de armazenamento, o Google também vai adotar uma nova política para contas inativas, que deverão ter arquivos deletados após dois anos sem uso. Contas que tiverem o limite de 15GB ultrapassado por mais de 24 meses, também poderão, após várias notificações ao usuário, ter arquivos deletados.

Com valores a partir de R$6,99 por mês para 100GB, a alternativa para quem gosta de ter mais arquivos será o Google One, onde oferece uma assinatura adicional do armazenamento em nuvem. O serviço ainda oferece 200GB por R$9,99 mensais ou ainda 2TB por R$34,99 por mês ou R$349,99 por ano. Para quem utiliza até 15GB de espaço do armazenamento em nuvem da companhia, nada mudará e seu conteúdo continuará sendo salvo até atingir o limite da capacidade.

Deixar um comentário