11/11/2020 09h15 - Atualizado em 11/11/2020 09h17

11 de novembro na história

Acompanhe os fatos que marcaram esta data ao longo dos anos
Por: Zap Zap - Foto: Divulgação/Military Museum
11 de novembro na história

1918 – Terminava a Primeira Guerra Mundial. Era assinado o Armistício de Compiègne entre os Aliados e a Alemanha, dentro de um vagão-restaurante, na floresta de Compiègne, na França, com o objetivo de encerrar as hostilidades na frente ocidental da Primeira Guerra Mundial. A chamada Grande Guerra tirou a vida de cerca de 9 milhões de soldados e deixou outros 21 milhões feridos. Indiretamente, morreram vítimas da guerra perto de 10 milhões de civis. Os dois países mais afetados foram Alemanha e França, cada um enviou para os campos de batalha cerca de 80% de sua população do sexo masculino.

1976 – Era lançado "Rock and Roll Over", o quinto álbum da banda norte-americana Kiss. O disco veio com a ousada missão de suceder o clássico "Destroyer". Lançado no auge do Kiss, o disco é citado como uma aula de hard rock e também se tornou um clássico. Uma curiosidade é que a gravação da bateria foi feita dentro de um banheiro do Star Theatre para assim "ter um som adequado", segundo Peter Criss.

1951 - Juan Perón era reeleito presidente da Argentina. O mandato foi marcado pela morte de sua esposa, Evita Perón (1952), por grandes dificuldades econômicas, protestos de trabalhadores e pela sua excomunhão da Igreja Católica. Estes acontecimentos enfraqueceram seu governo e, em 1955, foi deposto pelos militares e acabou exilado.

LEIA MAIS: Instabilidade perde força e calor aumenta na região

1997 - A UNESCO aprovava a Declaração Universal sobre o Genoma Humano. Ela foi aprovada unanimemente no Comitê Internacional de Bioética (CIB). Genoma Humano é fundamentalmente a base da unidade de todos os membros da família humana e do reconhecimento de sua dignidade intrínseca e sua diversidade.

2000 – Ocorria o desastre de Kaprun. A tragédia aconteceu quando um túnel ferroviário de Kaprun, na Áustria, que transportava esquiadores e turistas teve um curto-circuito em um dos ventiladores e lançou faíscas sobre o óleo inflamável, matando 155 pessoas das 162 pessoas a bordo.

Que dia é hoje?

Dia do Armistício da Primeira Guerra Mundial na França

Dia dos Veteranos nos Estados Unidos

Aniversariantes:

Bruna Linzmeyer – 27 anos – é uma atriz brasileira bastante reconhecida por seu ativismo pelos direitos feministas e LGBTI+. Suas interpretações mais emblemáticas são Linda, personagem autista na novela Amor à Vida, Professora Juliana em Meu Pedacinho de Chão, Luna em O Filme da Minha Vida e Amsterdã, personagem viciada em heroína no longa-metragem A Frente Fria Que a Chuva Traz. Em 2020, assumiu namoro com a DJ e artista visual Marta Supernova.

MC Marcinho – 42 anos - Márcio André Nepomuceno Garcia é um cantor e compositor brasileiro de funk melody. Em agosto de 2011, lançou novo CD e seu primeiro DVD pela em parceria com a gravadora EMI Intitulado de "Tudo é Festa". Marcinho tem 4 filhos, Mateus, Marcelly, Marcelo e Marcio, casado com Kelly. Além da música “Tudo é Festa”, “Solitário”, “Quero Seu Amor” e “Glamurosa” são sucessos de sua carreira.

Leonardo DiCaprio – 45 anos - Leonardo Wilhelm DiCaprio é um ator, produtor e filantropo norte-americano vencedor do Oscar de melhor ator com o filme The Revenant. Ele alcançou sucesso absoluto como herói no filme "Titanic", de James Cameron. DiCaprio namorou a modelo Gisele Bündchen de 2002 a 2005.

Demi Moore – 57 anos - Demi Guynes Moore é uma atriz, produtora, modelo e compositora norte-americana. Além de atuar, sua vida pessoal tem sido assunto de grande cobertura da mídia, particularmente seus casamentos com os atores Bruce Willis e Ashton Kutcher. Atuou em filmes como Ghost – Do Outro Lado da Vida, Striptease, Assédio Sexual, Questão de Honra, entre outros.

Alexandre Garcia – 80 anos - Alexandre Eggers Garcia é um jornalista, apresentador e colunista de política brasileiro, tendo sido porta-voz do último presidente da ditadura militar do Brasil, general João Batista Figueiredo. Atuou no Jornal do Brasil, na extinta TV Manchete e na Rede Globo. Na Globo, onde trabalhou por mais de 30 anos, foi comentarista político do Bom Dia Brasil e apresentador eventual do Jornal Nacional. A Gazeta do Povo o listou entre os "dez maiores influenciadores digitais da direita" política no Brasil. Alexandre Garcia também é comentarista diário do Programa Primeira Hora aqui da Rádio Acústica FM.

Deixar um comentário