08/11/2020 11h13 - Atualizado em 08/11/2020 11h13

Com projeto em Camaquã e região, Clust-ER Italiano no RS se reúne para discutir avanço do programa

Reunião virtual contou com Subsecretaria de Indústria do Ministério da Economia e mais de 50 representantes do setor Agroalimentar Brasileiro
Por: Iury Rodrigues/Acústica FM Foto: Divulgação
Com projeto em Camaquã e região, Clust-ER Italiano no RS se reúne para discutir avanço do programa

O Clust-ER Agrifood de Emilia-Romagna da Itália através de seu manager Sr. Marco Foschini e do Bussines Agent Brasil-Itália Sr. Érbio Assis Webster Andretto, em reunião virtual na manhã da última sexta-feira (06), junto ao Ministério da Economia, com a coordenação da analista de Comércio Exterior Sra. Maria Cristina de A. C. Milani da subsecretaria de Indústria, apresentaram as novas etapas do projeto de internacionalização de atividades e acordos de cooperação técnica em andamento entre empresas e instituições brasileiras e italianas, para mais de 50 representantes de instituições, universidades e gestores de APL`s de alguns estados brasileiros.

Um dos resultados desta iniciativa, diz respeito a parceria realizada entre a empresa italiana Agronica e a pelotense Vantum, que atua no setor de processamento de imagens por drones para georreferenciamento, treinamento e assitencia a produtores rurais. Um dos objetivos destes memorandos de entendimento, visa o estabelecimento de cooperação técnica entre MPE`s, e oferecer ao setor primário do Brasil uma agricultura ambientalmente sustentável, com redução de custos, eficiência e produtividade, diminuição no impacto ambiental, uso de alta tecnologia, em toda a cadeia produtiva de qualquer atividade primária, bem como agregação de valor e geração de renda.

O Projeto do fundo europeu Low Carbon Business Action Brazil implantado em 2018 na Fazenda Tarumã de propriedade do Sr. Sérgio Oliveira e Júlia Dornelles, em Camaquã é o único aprovado no Rio Grande do Sul e visa promover um intercâmbio de experiências inovadoras, entre empresas brasileiras e da União Européia, apoiando a transição para tecnologias de baixo carbono. Com a união da startup Vantum de Pelotas, o plano irá fornecer assistência técnica para agricultores, treinamento, troca de boas práticas e soluções adaptáveis, podendo ser replicado para outras culturas.

A ação piloto de Camaquã já obteve êxito em testes de agricultura de precisão, técnicas validadas para arroz e soja e assistência técnica para agricultores, proporcionando redução de custos com menor uso de insumos para as plantações.

O fundo europeu, segundo seu Diretor Executivo Pedro U. Mellina, com previsão de nova fase na América do Sul (Brasil, Argentina, Colombia e Chile), deverá ocorrer nos próximos dias, devendo ser lançada uma plataforma para permanentemente poder dar maior agilidade neste processo de aproximação das MPE`s sul-americanas com as europeias e também deverá anunciar nova fase para o acolhimento de projetos, tal como este elaborado pelo Clust-ER Agrifood, sendo que o projeto de Camaquã está sendo um excelente case de sucesso e alinhado com os objetivos do programa.

Os responsáveis pelas apresentações foram Érbio Assis Webster Andretto - Business Agent (Brasil-Itália), Marco Foschini - Manager Clust-ER Agrifood (Bologna/Itália), Fabrizio Paglierani - Manager Agronica Group Srl, Janice Silveira - Diretora VANTUM Startup Georreferenciamento (Pelotas, RS), Marcelo Z. Baumgarten - Diretor SEDETUR/APL`s (Governo RS) e Pedro U.Mellina - Diretor Executivo Low Carbon Business Action Brasil (São Paulo, SP), e contou com vários participantes de várias instituições do Brasil e Rio Grande do Sul.

As associações Clust-ER criadas na Itália unificam empresas e organizações públicas e privadas, instituições de formação como faculdades e também centros de pesquisa para compartilhar ideias, competências e recursos para apoiar trocas de experiência e competitividade entre determinados segmentos. O Agrifood Clust-ER é uma associação de organizações públicas e privadas: empresas, centros de pesquisa, instituições de formação que partilham competências, ideias e recursos para apoiar a competitividade do setor e trocar experiências entre esse segmento.

O Governo do Estado do RS, através do memorando de entendimento firmado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e o Clust-ER Agrifood, também conta com o apoio do Consulado Geral da Itália no RS, a Câmara de Comércio Italiana no RS e a coordenação do Sr. Érbio Assis Webster Andretto Business Agent Brasil-Itália.

Os Cluste-Er’s italianos da região da Emilia-Romagna são sete:

Clust-ER Build – Para construção civil

Clust-ER Greentech – Para energia sustentável

Clust-ER Create – Para cultura e criação

Clust-ER Health – Para Saúde e Bem-Estar

Clust-ER Innovate – Para Inovação tecnológica

Clust-ER Mech – Para Mecatrônica e Motores

Clust-ER Agrifood – Para Agroalimentar

Deixar um comentário

Publicidade