27/10/2020 16h39 - Atualizado em 27/10/2020 16h39

Ministro comemora resolução de “problema” com ponte sobre Rio Camaquã

Execução do projeto era uma preocupação do governo para o término da duplicação
Por: Kevin Oswaldt / Acústica FM Foto: Ouvinte / Arquivo / Acústica FM
Ministro comemora resolução de “problema” com ponte sobre Rio Camaquã

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, esteve visitando o Rio Grande do Sul, nesta segunda-feira (26). O gestor veio ao Estado para vistoriar as obras da nova ponte do Guaíba, no entanto, também falou sobre a duplicação da BR-116.

Durante a visita, ele declarou que o objetivo do governo segue sendo concluir a duplicação da rodovia, entre Guaíba e Pelotas, até o fim de 2021. No entanto, Freitas admitiu que o prazo vai depender também de recurso oriundos de emendas parlamentares.

Parte do otimismo do ministro é referente à resolução de um antigo problema, que era um entrave para o término da rodovia: a ponte sobre o Rio Camaquã, em Cristal. “Vamos assinar também o contrato para duplicação da ponte. Com isso, a gente garante que a integralidade da obra estará contratada e em execução”, declarou o ministro.

Em agosto, a construtora A. Gaspar foi declarada vencedora da disputa que prevê a realização da construção da ponte sobre o Rio Camaquã e de um viaduto em Camaquã. A empresa deverá executar os serviços no prazo de dois anos e quatro meses, ao custo de R$ 46,89 milhões.

A concorrência foi lançada em 2015, mas enfrentava ações na Justiça, que impediam o prosseguimento da disputa. O processo só foi encerrado em agosto deste ano, quando o Dnit confirmou o resultado. A obra é importante para acabar com o afunilamento de pista que ocorrerá com o fim da duplicação.

Deixar um comentário