23/10/2020 08h34 - Atualizado em 23/10/2020 08h41

Inter perde em Santiago-CHI, mas avança às oitavas da América

Adversário do clube nas oitavas será definido hoje
Por: Internacional - Foto: Ricardo Duarte/Inter
Inter perde em Santiago-CHI, mas avança às oitavas da América

O Inter visitou, nesta quinta-feira (22), a Universidad Católica-CHI, em partida da sexta rodada da fase de grupos da Libertadores. Iniciado às 21h30, o confronto, sediado no Estádio San Carlos de Apoquindo, teve o 2 a 1 para os mandantes como placar final, gols de Zampedri, duas vezes, para os chilenos, e D’Alessandro do lado colorado. Com o resultado, o Inter avança para as oitavas da América na segunda colocação da chave E.

- Receba outras informações no seu WhatsApp clicando aqui

O adversário do clube nas oitavas de final será revelado no final da manhã desta sexta-feira (23/10), após sorteio na sede da CONMEBOL. Antes disto, o Inter volta a campo, no próximo domingo (25/10), diante do Flamengo, no Beira-Rio. O duelo integra a 18ª rodada do Brasileirão.

O jogo transcorreu de maneira extremamente franca em seus 45 minutos iniciais. A cada ataque de um lado, o outro respondia com perigosa oportunidade. Postado, sem a bola, com duas linhas de quatro, o Inter contava com interessante movimentação de D’Alessandro e Pottker para abrir espaços na linha de defesa rival: o camisa 7 partia da ponta direita para formar a dupla de ataque com Yuri, enquanto D’Ale, que formava a linha de frente na pressão à saída de jogo adversária, descia para o meio de campo, bagunçando a zaga chilena.

Exatamente a partir destas movimentações o Inter chegou ao primeiro gol da partida. Pottker escapou pela direita, progrediu até a área rival e, dentro do grande retângulo, cruzou rasteiro. A zaga afastou em escanteio, cobrado por D’Ale na primeira trave. O alvo era Musto, derrubado por Pinares. Pênalti, convertido pelo camisa 10 e ídolo colorado. No minuto seguinte, porém, os locais igualaram o resultado através de Pinares. O tento suscitou o melhor momento da Católica no jogo, o qual durou uma dezena de minutos e foi sucedido por encerramento de etapa bastante parelho e faltoso.

Segundo tempo truncado

O ritmo visto na etapa inicial foi completamente alterado no segundo tempo, que correu truncado em seus movimentos de abertura. Superada a casa de 20 minutos de partida, Yuri Alberto criou duas ótimas oportunidades, salvas não por Dituro, e sim pela zaga rival, uma em cima da linha. O passar do tempo tornou o Inter uma equipe cada vez mais ofensiva, mas que, ao mesmo tempo em que pressionava, cedia espaços na defesa. Uma lacuna foi aproveitada por Puch, que cruzou para Zampedri marcar, na segunda tentativa, o último gol da noite, anotado de bicicleta.

Deixar um comentário