21/10/2020 10h24 - Atualizado em 21/10/2020 10h42

'Não compraremos a vacina da China', diz Bolsonaro em rede social sobre a CoronaVac

Fala veio um dia após o Ministério da Saúde anunciar a compra de 46 milhões de doses da vacina
Por: Gil Martins/Acústica FM - Foto: Governo de SP/Fotos Públicas
'Não compraremos a vacina da China', diz Bolsonaro em rede social sobre a CoronaVac

Uma nova polêmica foi instaurada após o presidente da república Jair Bolsonaro, anunciar nesta manhã de quarta-feira (21), que o Brasil não irá comprar doses da vacina chinesa contra o coronavírus, CoronaVac. "Tudo será esclarecido ainda hoje. Não compraremos a vacina da China", disse o presidente.

- Receba outras informações no seu WhatsApp clicando aqui

O trecho foi publicado por Bolsonaro no facebook, em uma resposa a uma de suas seguidoras. Na publicação, a seguidora ainda pediu a exoneração do atual Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

As frases de Bolsonaro surgem um dia após o Ministério da Saúde, anunciar a compra de 46 milhões de doses da CoronaVac. A vacina é desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac.

 

Ainda segundo o ministério, o governo de São Paulo realizou um acordo, que estabelece o fornecimento da vacina pronta, além da transferência da tecnologia de produção. Esse acordo vai possibilitar que o instituto Butantan, possa produzir doses do imunizante.

Deixar um comentário