20/10/2020 16h29 - Atualizado em 20/10/2020 16h29

Com proibição de aulas presenciais, Camaquã não terá liberação de eventos em 2020

Realização das atividades só pode ocorrer em municípios que autorizaram reabertura de escolas
Por: Kevin Oswaldt / Acústica FM Foto: Valério Wegee / Arquivo / Acústica FM
Com proibição de aulas presenciais, Camaquã não terá liberação de eventos em 2020

Com a publicação de um decreto que proíbe o retorno das aulas presenciais em 2020, o município de Camaquã afastou a possibilidade da liberação de eventos, como festas infantis, feiras e shows. O transtorno ocorre porque o governo do Estado somente libera a realização de eventos em municípios que autorizaram e que estão no processo de retomada escolar. De acordo com o governo gaúcho, a condição foi estabelecida como forma de elencar uma prioridade na retomada de atividades.

- Receba outras informações no seu WhatsApp clicando aqui

Nesta terça-feira (20), a prefeitura de Camaquã formalizou através de um decreto a proibição da volta das aulas presenciais em escolas das redes municipal e estadual. O decreto 23.818 retifica o inciso II e inclui o inciso III ao artigo 1º do Decreto nº 23.210, de 16 de março de 2020, que estabelece medidas necessárias considerando a covid-19. Desta forma, segue autorizado no município apenas o funcionamento de instituições privadas de ensino.

SAIBA MAIS

Confira decreto que proíbe aulas presencias nas redes municipal e estadual em Camaquã

Conheça as regras divulgadas pelo governo do estado para realização de eventos infantis

O governo do Estado, depois de amplo debate com representantes do setor e análise do Gabinete de Crise, liberou a realização de eventos infantis em buffet, casas de festas ou similares. O decreto que detalha os protocolos a serem seguidos foi publicado no Diário Oficial do Estado na segunda-feira (19).

Deixar um comentário