20/10/2020 15h32 - Atualizado em 21/10/2020 08h18

Confira decreto que proíbe aulas presencias nas redes municipal e estadual em Camaquã

Proibição por parte do município ocorre após liberação das atividades pelo governo do RS
Por: Kevin Oswaldt / Acústica FM Foto: Arquivo / Acústica FM
Confira decreto que proíbe aulas presencias nas redes municipal e estadual em Camaquã

A prefeitura de Camaquã formalizou através de um decreto, publicado nesta terça-feira (20), a proibição da volta das aulas presenciais em escolas das redes municipal e estadual. O decreto 23.818 retifica o inciso II e inclui o inciso III ao artigo 1º do Decreto nº 23.210, de 16 de março de 2020, que estabelece medidas necessárias considerando a covid-19. Desta forma, segue autorizado no município apenas o funcionamento de instituições privadas de ensino.

- Receba outras informações no seu WhatsApp clicando aqui

Antes mesmo da publicação do decreto, a proibição da retomada das aulas presenciais das escolas estaduais em Camaquã já havia sido informada pela diretora geral do Centro dos Professores do Estado do Rio Grande do Sul (Cpers). Em entrevista concedida à Rádio Acústica FM, Iarita Ávila de Souza, afirmou que neste ano não irá ocorrer aulas na rede estadual em razão da pandemia de coronavírus e falta de equipamentos de proteção.

Autorização do Estado

O governo do Estado autorizou a retomada das escolas estaduais a partir desta terça-feira. Além de Camaquã, segundo o Cpers, mais de 100 municípios também proibiram o retorno das aulas presenciais. Algumas escolas estaduais situadas em Camaquã já estão se programando para o retorno às aulas. No Cônego Luiz Walter Hanquet, o Estadual, as aulas ocorreriam de forma escalonada a partir desta quarta-feira (21), entre às 7h30 e 10h30, no período de três vezes por semana.

O sistema receberia menos de dez estudantes presencialmente, em continuação do material online na plataforma remota, Google Sala de Aula. A instituição investiu em internet, no entanto a falta de equipamentos públicos impede a transmissão ao vivo das aulas. O ensino técnico também retornaria nesta quarta-feira na instituição.

O cronograma de retomada das atividades presenciais foi divulgado pelo governo do Estado em 1° de setembro. Na ocasião, o retorno das aulas das escolas da rede pública estadual estava previsto para 14 de outubro, uma vez que o Estado precisou de um pouco mais de tempo para adquirir todos os materiais de higiene pessoal e para contratar recursos humanos. No Rio Grande do Sul, aulas de instituições particulares, municipais e federais de Ensino Superior, Ensino Médio e Ensino Técnico estão permitidas desde 21 de setembro. A previsão é de que os anos finais do Ensino Fundamental possam retornar a partir do dia 28 de outubro, e os anos iniciais, a partir de 12 de novembro.

Deixar um comentário