06/10/2020 09h36 - Atualizado em 06/10/2020 10h14

Jovem desaparecido há 45 dias no Rio de Janeiro pode estar vivo e em Camaquã

Polícia investiga saque do auxílio emergencial foi feito na agência da Caixa no município
Por: Rodrigo Vicente - Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal
Jovem desaparecido há 45 dias no Rio de Janeiro pode estar vivo e em Camaquã

O mistério do desaparecimento do jovem Ruan Rodrigo Barroso Drummond, de 27 anos, pode estar próximo do fim. A família tem uma pista que pode levar ao paradeiro do auxiliar de serviços gerais, ocorrido no último dia 20 de agosto na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Um saque do auxílio emergencial realizado na última segunda-feira (05) na agência da Caixa Econômica Federal de Camaquã, dá pista sobre o paradeiro do jovem. A movimentação financeira é o que reacende a esperança da família, que desde o sumiço do jovem, procura por ele na capital Fluminense.

Quer ficar muito bem informado? Clique aqui!

Em contato com a Rádio Acústica FM, um familiar detalhou a angústia vivida por familiares. Sofrendo de transtornos psicológicos, Ruan teria sido visto um dia antes do desaparecimento, em um centro comercial, a poucos metros da residência, conforme detalhou o pai do jovem, Ronaldo da Silva Drummond, metalúrgico de 49 anos, ao jornal O Dia. Apesar dos problemas de ordem psicológica, ele toma remédios e tem uma vida normal, detalha a fonte.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro investiga o desaparecimento e a movimentação financeira, que pode ter sido feita pelo próprio Ruan. Ainda conforme a fonte ouvida pela emissora, o jovem teria externado em determinado momento, o interesse de conhecer ou viver em países vizinhos, como Argentina ou Uruguai, e pode estar em rota de descolamento.

Deixar um comentário