03/10/2020 19h27 - Atualizado em 03/10/2020 19h30

Três traficantes são presos com mais de 11 kg de skunk na BR-116 em Pelotas

Droga aprendida, após misturada e fracionada, poderia render mais de meio milhão de reais para os criminosos
Por: Agência PRF
Três traficantes são presos com mais de 11 kg de skunk na BR-116 em Pelotas

A Polícia Rodoviária Federal prendeu três traficantes transportando 11 quilos de skunk. O fato aconteceu na manhã deste sábado (3), na BR 116, em Pelotas. 

Uma equipe da PRF realizava operação de combate ao crime na rodovia quando deu ordem de parada ao condutor de uma Ecosport de Criciúma/SC que era seguida por um Nissan Kicks de Belo Horizonte. Durante a revista no porta-malas do primeiro veículo, os policiais encontraram mais de 11 quilos de skunk. 

- Receba as informações da Acústica no seu WhatsApp clicando aqui

O motorista da Ecosport e os dois ocupantes da Kicks admitiram que viajavam juntos para transportar a droga da fronteira com o Uruguai para Porto Alegre. Os três homens, os dois veículos e a droga foram encaminhados à polícia judiciária em Pelotas. 

LEIA TAMBÉM: Contrabandista é preso com 30 mil maços de cigarros paraguaios em Guaíba

Segundo a PRF Daiane Huffell, graduada em química e instrutora de EDA – Enfrentamento ao Tráfico de Drogas e Armas, o skunk é uma droga alucinógena, que tem como princípio ativo o THC, o mesmo da maconha. Ele é obtido a partir do cruzamento genético entre duas espécies diferentes da planta Cannabis Sativa. O skunk tem um alto valor de mercado por ser de sete a dez vezes mais forte que a maconha.

Deixar um comentário