15/09/2020 08h53 - Atualizado em 15/09/2020 09h04

Famurs debate qualificação e implementação da governança pública em live

Federação quer buscar alternativas e fomentar o diálogo entre municípios
Por: Voltaire Santos / Diretor de Comunicação / Foto: Famurs
Famurs debate qualificação e implementação da governança pública em live

Para debater a qualificação da governança pública, um dos maiores desafios da atualidade para os municípios brasileiros, a Famurs realizou nesta segunda-feira (14/9) o segundo encontro do “Ciclo de Grandes Debates sobre o Municipalismo e Desafios da Gestão nos Novos Tempos”. O projeto recebe patrocínio do BRDE e apoio do Serpro e da Confederação Nacional de Municípios (CNM).

Conforme o presidente da entidade e prefeito de Taquari, Maneco Hassen, responsável pela mediação do evento, o debate ocorre em um momento de extrema dificuldade, em que não sabemos como será o futuro ou quando a pandemia, causada pelo novo coronavírus, irá acabar. “O desafio de cada um de nós é enorme e mais ainda das prefeituras. A Famurs quer cumprir com o seu papel de buscar alternativas e fomentar o diálogo e fazer com que cada prefeita e cada prefeito possam qualificar o seu conhecimento e buscar as melhores alternativas para os seus municípios, além de contribuir com o conhecimento de candidatos neste período de eleição”.

- Receba as informações da Acústica no seu WhatsApp clicando aqui

Um dos convidados para conversar sobre mecanismos de liderança, estratégias e controle da gestão pública foi o diretor-presidente do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Luiz Corrêa Noronha. Em sua fala, Noronha abordou a preparação e estruturação de projetos para captação de recursos e financiamento municipal, temas dos quais ele participou ativamente dos processos. Além disso, o presidente do BRDE falou sobre a sua visão na evolução e a necessidade dos municípios em contar com captação de recursos e estruturação de projetos.

O segundo convidado do painel foi o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), João Augusto Nardes, parlamentar em diversos mandatos e um dos nomes solicitados pelos prefeitos gaúchos. Nardes abordou o conceito de governança pública, muitas vezes confundida com gestão pública, a implementação do conceito no TCU, nos ministérios e nos estados brasileiros.

Para tratar do tema, também participou o doutor em administração pública e ex-presidente da Escola Nacional de Administração Pública (ENAP), Francisco Gaetani. Em sua manifestação, Gaetani falou sobre adoção de inovação e novas tecnologias, como inteligência artificial, para melhor utilização dos recursos públicos, e sobre federalismo cooperativo, para potencializar o desenvolvimento das administrações.

Também foi convidado para o painel para falar sobre a qualificação da governança pública o ex-ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão e da Controladoria-Geral da União (CGU), Valdir Moysés Simão, autor do recém lançado livro “Manual de Sobrevivência do Administrador Público”, obra em que apresenta passos para a excelência da gestão pública. Simão abordou os elementos da governança pública na política pública e implementação da governança que balize todas ações e planejamento dos órgãos de governo, independente de gestões ou partidos.

Durante o Ciclo de Grandes Debates, os painelistas convidados responderam questionamentos do presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi; da prefeita de Dois Irmãos e presidente da Associação de Municípios do Vale do Rio dos Sinos (Amvars), Tânia Terezinha da Silva; e do prefeito de Tapes e presidente da Associação de Municípios da Costa Doce (Acostadoce), Silvio Rafaeli. Acompanhe na íntegra o Ciclo de Grandes Debates sobre a qualificação da governança pública. Clicando aqui.

Deixar um comentário