14/09/2020 10h34 - Atualizado em 14/09/2020 10h52

Famurs demonstra preocupação e discordâncias de projeto de reforma tributária do Estado

Presidente da Famurs e prefeito de Taquari, Maneco Hassen participou do programa Primeira Hora nesta segunda-feira (14)
Por: Lennon Haas / Acústica FM - Foto: Reprodução / Acústica FM
Famurs demonstra preocupação e discordâncias de projeto de reforma tributária do Estado

O presidente da Famurs e prefeito de Taquari, Maneco Hassenm, participou da programa Primeira Hora na manhã desta segunda-feira (14). Em pauta, a reforma tributária proposta pelo Governo do Estado.

Quer ficar muito bem informado? Clique aqui!

Maneco afirma que a reforma é necessária, mas que não pode penalizar as pessoas que tem mais dificuldade em meio a crise. O prefeito citou o setor da agricultura como um dos ramos mais prejudicados.

“Este projeto, da forma que foi proposto, tem um grande setor que é altamente prejudicado, que é o setor da agricultura. O que na nossa opinião, deveria ser o último a ter algum acréscimo de tributação aqui no Estado”, disse.

A Famurs apresentou possíveis soluções para que o Estado aumente a arrecadação sem prejudicar os setores que mais precisam, que tem renda mais baixa. Na proposta atual do governo, consta a cobrança do IPVA para veículos fabricados a partir de 1980. Atualmente, veículos fabricados há mais de 20 anos, não pagam o imposto.

“Ao invés de aumentar o IPVA do carro antigo, aumenta o IPVA de veículos mais caros. Por exemplo, motos acima de 700 cilindradas, carros acima de 200 mil reais. Estas pessoas, que tem condições de comprar produtos mais caros, também tem condições de pagar um pouco mais de imposto”, sugeriu.

Assista a entrevista completa:

Deixar um comentário