21/08/2020 11h02 - Atualizado em 21/08/2020 11h10

Proprietários de carros antigos planejam protesto contra cobrança de IPVA

Ato deve ocorrer no próximo dia 30 em Camaquã e diversas cidades do RS
Por: Valesca Luz / Acústica FM - Foto: Valesca Luz / Arquivo / Acústica FM
Proprietários de carros antigos planejam protesto contra cobrança de IPVA

Proprietários de carros antigos de várias cidades do Rio Grande do Sul organizam para o próximo dia 30, um protesto contra a cobrança do Imposto sobre a propriedade de veículos automotores (IPVA). A realização do evento em Camaquã é do grupo “Vintage Volks”, com o apoio do “Opaleiros e Antigos”.

Segundo informações, com saída às 17h de um posto de combustíveis no trevo de acesso norte de Camaquã, BR-116, a carreata deverá percorrer as principais ruas do município. O evento tem a autorização da Divisão de Trânsito. Diversos grupos de veículos automotores devem aderir à campanha simultaneamente no Estado.

A proposta de reforma tributária que será protocolada pelo governo do Estado que prevê a diminuição da faixa de isenção do imposto. O objetivo é que apenas os veículos com mais de 40 anos fiquem livres do pagamento, e não mais a partir dos 20 anos como é atualmente. O Rio Grande do Sul é um dos estados com maior número de clubes de colecionadores do país. 

Na nova taxação, os veículos fabricados a partir de 1981 pagariam imposto, ou seja, o Corcel II, Belina, Chevette, Fusca, Opala, Monza, Passat e muitos outros, todos estes carros que tiveram seu auge na década de 80 e 90, voltariam a ser taxados. O imposto é calculado com base no valor do carro e pela tabela Fipe, em média esses carros valem de R$ 3 a R$ 8 mil, o que pode gerar um imposto médio de R$ 250 ao proprietário.

Deixar um comentário