08/08/2020 12h18 - Atualizado em 09/08/2020 11h18

Região trabalha em recurso para reverter bandeira vermelha

Costa Doce continuou com restrições no comércio apesar da criação de nova microrregião
Por: Kevin Oswaldt / Acústica FM Foto: Arquivo / Acústica FM
Região trabalha em recurso para reverter bandeira vermelha

A microrregião Guaíba, que inclui os municípios da Costa Doce e Carbonífera, já está trabalhando em recursos para reverter a bandeira vermelha dentro do modelo de Distanciamento Controlado. Nesta sexta-feira (7), a região foi classificada em bandeira vermelha, apesar da desvinculação com a Região Metropolitana.

Em entrevista concedida ao programa Esquina Democrática, na manhã deste sábado (8), o prefeito de Tapes e presidente da Associação dos municípios da Costa Doce, Silvio Rafaeli, declarou que já está em contato com o governo do Estado. O gestor entende que governo deve rever os números da região: “Queremos um viés de flexibilização porque estamos iniciando uma região nova”, explicou.

Rafaeli ainda declarou que a microrregião optou por não aderir ao modelo de cogestão, ou gestão compartilhada, opção dada pelo governo do Estado aos municípios. O prefeito entende que o Estado ainda deve ser o responsável pelas bandeiras, porque tem uma equipe técnica preparada para a tomada de decisões. Apesar disso, o gestor seguirá dialogando com o governo estadual, através de um comitê criado para essa finalidade.

Deixar um comentário