03/07/2020 16h09 - Atualizado em 03/07/2020 16h09

IFSul terá seu primeiro doutorado profissional em educação e tecnologia

Este será o terceiro curso de doutorado da Rede Federal
Por: Ascom IFSul
IFSul terá seu primeiro doutorado profissional em educação e tecnologia

O programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Educação – PPGEdu, que desenvolve suas atividades no câmpus Pelotas, recebeu a aprovação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) para implantar o curso de doutorado profissional em educação e tecnologia. Este será o primeiro doutorado do instituto e o terceiro da Rede Federal. 

O PPGEdu começou a sua caminhada para esta conquista em 2017, quando o curso de mestrado profissional em educação recebeu a nota 4 da Capes, o que lhe permitiria avançar e oferecer também o doutorado.

Segundo o coordenador do PPGEdu, Róger Albernaz de Araújo, não se trata de um processo avaliativo simples. “De um conjunto bastante expressivo de propostas submetidas em 2019, apenas duas foram aprovadas, uma delas a nossa, do IFSul. Isso, de algum modo, fornece o contorno da importância e da relevância desta conquista, não só no que se refere à qualidade do grupo que a compõe, mas, principalmente, pelo comprometimento e paixão com que todos desenvolvem seu trabalho,” avalia.

De acordo com o coordenador, por ser um programa na modalidade profissional, na área de educação, o IFSul passará a ter uma inserção ainda maior no contexto social: “produzindo, assim, intervenções ainda mais significativas, contribuindo para o processo de formação de professores, principalmente na relação com a educação básica local e regional, foco maior de nossa missão”, afirma.

Para o titular da Pró-reitoria de Pesquisa, Inovação e Pós-graduação (Propesp) do IFSul, Vinicius Martins, este avanço permite ao instituto integrar mais um nível muito importante no rol de cursos e mais uma possibilidade para a sua comunidade acadêmica. “É a consolidação do trabalho do excelente grupo de pesquisadores do Mestrado Profissional em Educação e Tecnologia (MPET), juntamente com o apoio da direção do câmpus Pelotas e Propesp”, observa.

O reitor Flávio Nunes destaca que a aprovação do primeiro doutorado do IFSul deve ser comemorada como uma grande conquista de toda a instituição. “Fruto de muito trabalho e persistência de um grupo de colegas do câmpus Pelotas que soube transpor todas as dificuldades para conseguir a autorização da Capes. Parabéns a todos os que se envolveram na proposta do doutorado! Parabéns ao câmpus Pelotas! Parabéns ao IFSul!”, declara o dirigente.

Neste ano, o PPGEdu está completando dez anos de funcionamento, com mais de 160 dissertações defendidas.

Deixar um comentário