25/06/2020 10h10 - Atualizado em 25/06/2020 10h37

Diretor do Sindag fala sobre plano de combate à nuvem de gafanhotos

Gabriel Colle participou do programa Primeira Hora nesta quinta-feira (25)
Por: Lennon Haas / Acústica FM - Foto: Valesca Luz / Acústica FM
Diretor do Sindag fala sobre plano de combate à nuvem de gafanhotos

Foi declarado nesta quinta-feira (25), pelo Ministério da Agricultura, estado de emergência fitossanitária nas áreas do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, devido a uma nuvem de gafanhotos que avança em direção ao Brasil. Gabriel Colle, diretor-executivo do Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola (Sindag) participou do programa Primeira Hora nesta quinta-feira e esclareceu alguns pontos de como será feito o enfrentamento desta situação.

Conforme Colle, ainda não existe um plano de contenção no Brasil, ao contrário do que acontece na Argentina, já que esta situação costuma ocorrer com certa frequência no país. O inseticida que será utilizado no combate a nuvem de gafanhotos visa não causar prejuízo ambiental.

“A gente não pode ter prejuízo ambiental, a gente tem essa preocupação muito grande. Por isto a gente acredita que isto deve ser um plano integrado de governo”, disse.

O diretor também elogiou e se disse impressionado pela agilidade do Ministério da Agricultura no caso.

“Tem até nos impressionado a velocidade do Ministério. A ministra tem uma preocupação, um entendimento da situação. Ela se apoderou da informação muito rápido e coordenou”, afirmou ele sobre o trabalho da ministra Tereza Cristina.

Atualmente o Brasil tem a segunda maior frota de aviões agrícolas do mundo.

Confira a entrevista na íntegra:

Deixar um comentário