09/06/2020 10h35 - Atualizado em 09/06/2020 10h40

Equipe do Google explica como acessar as Aulas Remotas

Assista ao vídeo que mostra como funciona o processo de ativação das contas educacionais
Por: Isabella Sander/Ascom Seduc - Foto: Gustavo Mansur / Palácio Piratini
Equipe do Google explica como acessar as Aulas Remotas

O governador Eduardo Leite concedeu espaço, na transmissão ao vivo pelas redes sociais nesta segunda-feira (8/6), para que a equipe do Google For Education explicasse passo a passo como funciona o acesso à plataforma Google Sala de Aula (Google Classroom). A ferramenta permitirá a realização das Aulas Remotas na Rede Estadual de Ensino. Dos cerca de 900 mil alunos e professores, quase 150 mil fizeram o cadastro na primeira semana de inscrições.

Leite ressaltou que a sociedade vive tempos desafiadores, o que faz com que as pessoas fiquem apreensivas por entender essas novas ferramentas, mas que não há motivo para angústia. “Nossa equipe está trabalhando muito para que possamos fazer este aprendizado, tanto para professores como para alunos, de forma tranquila, ao longo das próximas semanas”, afirmou.

O secretário da Educação, Faisal Karam, ressaltou que o trabalho tem sido intenso nos últimos dias, uma vez que, em virtude da pandemia, foi necessário acelerar um processo de instrumentalização digital da Rede, já iniciado anteriormente.

“Temos um grande parceiro, que é o Google, que está trabalhando intensamente ao lado de nossa equipe interna para a viabilização da implantação das Aulas Remotas”, disse. O secretário também informou que a Secretaria Estadual da Educação (Seduc) intensifica a campanha de chamamento junto às Coordenadorias Regionais de Educação (CREs) e às escolas para a ativação das contas educacionais.

Faisal ainda afirmou que a Google vê o Rio Grande do Sul como um grande case mundial de utilização da plataforma, a ser implantado a partir de três matrizes: o letramento digital dos docentes; ativação das contas; e a aquisição de equipamentos para assegurar o acesso às aulas.

O head do Google For Education, Alexandre Campos, salientou a grande satisfação em fazer parte dessa “jornada de inovação”, em parceria com o governo do Rio Grande do Sul. “Nossa plataforma foi construída escutando as dificuldades dos professores com essas tecnologias no passado. Neste momento de pandemia, é uma grande satisfação poder ajudar as crianças a seguirem nesta jornada de aprendizagem”, afirmou

Marcele Aline Garrido e Wellington Maciel, da equipe da Google For Education, demonstraram passo a passo, durante a transmissão ao vivo, como fazer o primeiro acesso ao Google Sala de Aula. No Rio Grande do Sul, a Seduc criou o site Escola RS, para concentrar as informações sobre Aulas Remotas e facilitar o acesso de professores e estudantes à plataforma. A entrada ocorre a partir de uma conta Google personalizada, normalmente composta no seguinte modelo: [email protected]

Para acessar pela primeira vez, o usuário deve clicar em “Aulas Remotas” e, depois, em “Primeiro acesso”, onde escolherá se o acesso é para professor ou para aluno. As contas de todos os alunos e professores já foram criadas.

Primeiro acesso de estudantes

Para o estudante ter acesso à conta, deve preencher com seu nome completo e data de nascimento. Também deve colocar uma das duas informações: ao menos o primeiro nome de seu responsável ou o seu número de matrícula.

Após clicar em “Verificar conta”, será informado o endereço de e-mail e gerada uma senha provisória, que precisa ser trocada em seguida. Pronto: tendo em mãos endereço e senha, o acesso já pode ser feito normalmente.

Primeiro acesso de professores

Para o professor ter acesso à conta, deve preencher com seu CPF e data de nascimento. Após clicar em “Verificar conta”, será informado o endereço de e-mail e gerada uma senha provisória, que precisa ser trocada em seguida. Tendo em mãos endereço e senha, o acesso já pode ser feito normalmente.

Acessos posteriores

Depois que o acesso estiver garantido, a entrada na conta pode ser feita a partir do site Escola RS ou diretamente no site Google Sala de Aula. Em ambos, o login é feito com o endereço de e-mail e a senha escolhida pelo usuário. Dentro da plataforma, alunos e professores já estarão inseridos nas turmas e disciplinas das quais fazem parte.

Wellington Maciel, da Google For Education, recomendou tranquilidade aos professores neste momento de adaptação e aprendizado. “O que pretendemos é aproximar estudantes e professores neste primeiro momento. Paulatinamente, as coisas vão começar a se ajustar. Não estamos falando em educação à distância, e sim em um momento de Aulas Remotas, oferecidas para que o estudante não perca o vínculo com a escola”, observou.

Assista ao vídeo que mostra como funciona o processo de ativação das contas educacionais:

Deixar um comentário