08/06/2020 18h37 - Atualizado em 08/06/2020 18h37

Denúncia contra prefeito de Amaral Ferrador tem pedido de arquivamento

Gestor era acusado de utilizar carro oficial e diárias em ato político
Por: Kevin Oswaldt / Acústica FM Foto: Divulgação / Prefeitura de Amaral Ferrador
Denúncia contra prefeito de Amaral Ferrador tem pedido de arquivamento

O Ministério Público do Rio Grande do Sul, através do promotor de justiça, Diogo Hendges, notificou o prefeito de Amaral Ferrador, Nataniel do Val Candia, sobre o arquivamento de um processo pelo qual o gestor é investigado. Candia é acusado de utilizar carro oficial e diárias pagas pelo município para participar de um ato político em Porto Alegre, no ano de 2018.

De acordo com a prefeitura, a informação não procede. Através de sua assessoria, o prefeito alega que esteve acompanhado de um secretário e de um motorista, em agenda representando o município. Foi comprovado, através de documento, que os gestores estiveram na Assembleia Legislativa, na Associação Gaúcha dos Municípios e na Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado.

Segundo nota enviada pela assessoria, o gestor chegou a passar na convenção partidária do PDT, de passagem, mas deixou o local antes do evento começar. De acordo com Nataniel Candia, a denúncia foi considerada infundada e descabida: “Teve cunho político e motivação pessoal, tentando denegrir a administração municipal e meu nome, não é a primeira vez que esse tipo de denúncia é feita”, declarou.

Deixar um comentário