30/05/2020 12h23 - Atualizado em 30/05/2020 12h23

Prefeita de Cristal lamenta relicitação das obras de duplicação da BR-116

Para Fábia Richter, novo processo licitatório deve atrasar entrega das obras
Por: Kevin Oswaldt / Acústica FM Foto: Valesca Luz / Acústica FM
Prefeita de Cristal lamenta relicitação das obras de duplicação da BR-116

A prefeita de Cristal e uma das vice-presidente da Famurs, Fábia Richter, participou do programa Esquina Democrática, transmitido na manhã deste sábado (30). Na entrevista, a gestora lamentou a relicitação de alguns trechos das obras de duplicação da BR-116, entre Guaíba e Pelotas.

Fábia argumentou que acredita que as obras possam atrasar: “O processo de licitação tende a ser demorado, complexo e com risco de judicialização”, declarou. A gestora acredita que a campanha para a finalização das obras não foi suficiente para acelerar a duplicação: “Estou muito chateada porque mais uma vez não conseguimos nos fazer ouvir”, disse.

Na entrevista, a prefeitura de Cristal também falou sobre a possibilidade de adiamento das eleições de 2020. Nesta semana, a diretoria da Famurs e os presidentes das regionais foram unânimes em confirmar a inviabilidade da realização das eleições em 2020. As entidades defendem que a melhor solução frente à crise de saúde, inclusive do ponto de vista econômico, é a unificação de mandatos e eleições únicas em 2022.

Fábia afirmou que foi um “voto vencido”, pois defendia que as eleições fossem realizadas no início de 2021. A gestora acredita que há uma tendência que o pleito ocorra em dezembro de 2020 o que, de acordo com ela, ocasionaria um final de mandato tumultuado aos prefeitos.

A prefeita de Cristal admitiu que há alguns prefeitos que podem ver vantagem em estender o mandato em mais dois anos. No entanto, Fábia declarou que não tem interesse em prosseguir no mandato e tem, inclusive, outros planos para 2021: “O cargo de prefeito é o pior cargo do país”, defendeu, ao ressaltar as dificuldades de sua atual ocupação.

Deixar um comentário