14/05/2020 10h22 - Atualizado em 14/05/2020 14h00

Durante pandemia, feminicídios aumentam no RS

Confira as estatísticas de violência contra a mulher em Camaquã
Por: Daniel Larusso - Foto: Acústica FM
Durante pandemia, feminicídios aumentam no RS

Durante a pandemia do novo coronavírus, os casos de violência contra a mulher aumentaram no Rio Grande do Sul. Em abril, o feminicídio no Estado aumentou para 66,7%, em relação ao mesmo período em 2019. Os dados foram divulgados pelo vice-governador do Ranolfo Vieira Júnior.

Conforme pronunciamento ao vivo pelas redes sociais do Governo do Rio Grande do Sul, indicares como ameaça, lesão corporal, estupros e feminicídios tentados, diminuíram. Confira gráfico.

O delegado também revelou que a estimativa é que hajam casos subnotificados, visto que, por medo, diversas mulheres não notificam a polícia, o que acaba diminuindo os casos registrados.

Confira estatística de violência contra mulher em Camaquã

Indicador

Janeiro

Fevereiro

Março

 

Ameaça

21

19

13

 

Lesão Corporal

17

14

8

 

Estupro

0

1

1

 

Feminicídio

0

0

0

 

De acordo com Nadine Anflor, chefe da Polícia Civil, denúncias podem ser feitas pelo 197 e também pelo WhatsApp (51) 984440606.

Recentemente o programa Papo com Batom abordou sobre o aumento de violência contra a mulher no Rio Grande do Sul. Na oportunidade a procuradora adjunta de Camaquã e advogada Iasmim Devogeski apontou como as vítimas podem pedir ajuda judicialmente e a psicóloga Maria Inês de Souza destacou o tratamento a estas mulheres em Camaquã. 

Confira:

Deixar um comentário