29/04/2020 11h09 - Atualizado em 29/04/2020 12h03

Prevalência de coronavírus segue baixa no RS, de acordo com pesquisa inédita

Projeta aponta que 15 mil pessoas que já tiveram exposição ao coronavírus no RS
Por: Valesca Luz / Acústica FM - Foto: Divulgação
Prevalência de coronavírus segue baixa no RS, de acordo com pesquisa inédita

O governador Eduardo Leite divulgou na manhã desta quarta-feira (29) o resultado da segunda fase da pesquisa sobre coronavírus no Rio Grande do Sul. O projeto é coordenado pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e outras 11 instituições públicas e privadas totalizando 4500 testes rápidos em nove cidades.

A pesquisa aponta que 0,13% da população está com anticorpos, um infectado a cada 769 habitantes, 15 mil pessoas que já tiveram exposição ao coronavírus no Estado e seis testes positivos. Hallal explicou que quando uma pessoa é testada positiva, a família ou pessoas próximas do infectado são testadas, que podem ou não apresentar novos casos.

Entre os familiares que testaram positivo, 12 fizeram o teste e nove tiveram resultados positivos: “confirma que o teste funciona e que ocorre uma transmissão domiciliar do vírus”, alerta. Os resultados apontam que houve um aumento de 8,3% de gaúchos que saem da casa diariamente, uma baixa de 4,9% de pessoas que saem somente para os serviços essenciais e um queda de 2,8% de munícipes que ficam em casa o tempo todo: “vai demorar muito tempo para que a vida volte ao normal, como antes do coronavírus”, diz o reitor.

A prevalência do vírus segue baixa no Estado, no entanto recomenda-se a testagem e busca ativa, assim como estudos prévios pois “os casos confirmados são a ponta do iceberg”. A segunda fase iniciou no sábado (25) e concluído na segunda-feira (27), segundo critérios do IBGE nas cidades de Pelotas, Porto Alegre, Canoas, Santa Maria, Uruguaiana, Santa Cruz do Sul, Ijuí, Passo Fundo e Caxias do Sul.

A transmissão ao vivo pelo Facebook do governo do Estado, contou com a participação do Reitor da UFPel Pedro Hallal, a secretária de saúde Arita Bergman e a secretaria de planejamento Leany Lemoms, além do governador Eduardo Leite.

Confira os dados:

Deixar um comentário