16/04/2020 10h30 - Atualizado em 16/04/2020 10h32

Câmara Setorial do Tabaco é reativada para avaliar restrições frente ao Covid-19

Segmento é responsável por 14% das exportações do agronegócio gaúcho
Por: Seapdr - Foto: Divulgação
Câmara Setorial do Tabaco é reativada para avaliar restrições frente ao Covid-19

A Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) reativou a Câmara Setorial do Tabaco para avaliar, com entidades representativas de produtores, indústrias e órgãos de apoio ao segmento fumageiro, a situação do setor frente à pandemia do Covid-19. O secretário Covatti Filho coordenou a reunião, na manhã desta quarta-feira (15), e destacou a importância do segmento no PIB do Rio Grande do Sul, responsável por 14% das exportações do agronegócio gaúcho.

O coordenador da Câmara Nacional do Tabaco, Romeu Schneider, destacou que a renda gerada pelos produtores de tabaco no Estado alcança R$ 2,42 bilhões por ano e R$ 5,8 bilhões no Brasil. A previsão da produção gaúcha para esta safra está estimada em 270 mil toneladas, com uma quebra de 20% em função da estiagem.

As entidades representativas solicitaram que os produtores que tiveram prejuízos possam ter acesso a melhores condições de custeio e investimentos para a próxima safra. Outra demanda do setor é com relação ao combate ao contrabando e mercado ilegal de cigarros. A Seapdr se comprometeu a se articular com os órgãos de segurança no estado para reforçar ações preventivas.

Participaram da reunião, por videoconferência, diretores e representantes da Afubra, do Sinditabaco, da Fetag, da Farsul, da Famurs, do Ministério da Agricultura e da Sedetur.

Deixar um comentário