16/04/2020 10h18 - Atualizado em 16/04/2020 10h28

Preso advogado suspeito de fraudar atestados médicos para soltar detento de Camaquã

Prisão ocorreu na manhã desta quinta-feira (16)
Por: Lennon Haas / Acústica FM - Foto: Arquivo / Acústica FM
Preso advogado suspeito de fraudar atestados médicos para soltar detento de Camaquã

A Polícia Civil deflagrou a operação Avocat em Cachoeirinha e Gravataí. A ação ocorreu na manhã desta quinta-feira (16).

Durante a operação, foi preso um advogado suspeito de fraudar atestados médicos para liberar detentos do Rio Grande do Sul. Entre as fraudes supostamente cometidas pelo homem, está a soltura de um detento do Presídio Estadual de Camaquã (clique aqui para ler a matéria). O detento cumpria pena por assassinato.

Ele estava com o registro suspenso pela OAB/RS desde o mês passado. A polícia apreendeu R$ 7 mil em dinheiro e três celulares na casa do homem.

Outros advogados estão sendo investigados por crimes contra a administração da justiça e a fé pública.

Deixar um comentário