09/04/2020 17h06 - Atualizado em 09/04/2020 18h05

Restaurantes e lancherias não podem abrir à noite, diz procurador de Camaquã

Apesar de flexibilização, município mantém horários de restrição previstos em decreto
Por: Kevin Oswaldt / Acústica FM Foto: Arquivo / Acústica FM
Restaurantes e lancherias não podem abrir à noite, diz procurador de Camaquã

O procurador-geral de Camaquã, Fabiano Ribeiro, concedeu entrevista ao programa Redação Acústica, na tarde desta quinta-feira (9). Na oportunidade, ele falou sobre a flexibilização da fiscalização municipal, em adequação ao decreto estadual, alterado pelo governador Eduardo Leite, nesta quinta-feira.

De acordo com Ribeiro, apesar da flexibilização, o horário de funcionamento dos comércios não pode exceder o previsto em decreto municipal. Ou seja, os restaurantes e lancherias não poderão abrir durante o período da noite, e devem se restringir aos horários de almoço.

De acordo com o decreto, todos os serviços considerados essenciais em Camaquã devem funcionar de segunda e sexta-feira das 7h30 às 18h, e no sábado das 7h30 às 12h. Somente a área de supermercados e similares tem flexibilização no horário de funcionamento.

Portando, durante a noite, os estabelecimentos podem seguir trabalhando com tele entrega. Segundo o procurador-geral, alterações no decreto municipal podem ocorrer na próxima segunda-feira, quando novas flexibilizações podem acontecer.

Confira a entrevista na íntegra:

Deixar um comentário