01/04/2020 10h24 - Atualizado em 01/04/2020 10h50

Prefeitura de Camaquã promete investir R$ 1,2 milhão em parceria com hospital

Poder Executivo também anunciou a distribuição de cestas básicas para mil famílias
Por: Assessoria de Imprensa/Prefeitura de Camaquã - Foto: Arquivo/Acústica FM
Prefeitura de Camaquã promete investir R$ 1,2 milhão em parceria com hospital

Nesta terça-feira (31), o Prefeito Municipal Ivo de Lima Ferreira, realizou mais uma coletiva, onde foi anunciado nova ações que estarão sendo realizadas na prevenção do Coronavírus. A coletiva teve a participação dos Secretários Luciano Pereira Dias, Saúde, Jair Martins, Desenvolvimento Social e Abner Dillmann, Agricultura e Abastecimento.

Após a abertura pelo prefeito Ivo, a palavra ficou com o Secretário Abner Dillmann, o qual anunciou que nesta quarta-feira (01), começará o trabalho de sanitização em toda a cidade, a qual será feita pela equipe da Secretaria da Agricultura e Abastecimento, com apoio da Secretaria da Infraestrutura, além da parceria com agricultores e empresários.

Já na área social, o vice-prefeito e atual secretário do Desenvolvimento Social, anunciou as ações que estão sendo realizadas, entre elas a aquisição com recursos próprio de 1 mil cestas básicas, que serão distribuídas entre as famílias do Cadastro Único, como também famílias que encontram-se afetadas pela crise financeira ocasionada pela pandemia do Coronavírus. A comunidade pode ligar para o número 3671.1707 para maiores informações, ao finalizar sua participação na coletiva, o secretário Jair, agradeceu as entidades que estão somando junto ao Governo Municipal, para que unidos possamos vencer o Covid-19. Estas cestas estarão sendo distribuídas nos próximos dias, podendo atender cerca de mil famílias.

Ao finalizar a sua participação o prefeito Ivo deixou claro, que, “A nossa responsabilidade é a vida das pessoas, também estou sendo prejudicado, mas sou responsável pela minha família, meus funcionários e a comunidade", relatou.

Decreto

Foi anunciado pelo prefeito Ivo de Lima Ferreira, que o decreto vale até sábado, sendo prorrogado até o domingo (05), sendo que fica definido que na sexta-feira (03), será realizada nova reunião de avaliação de como encontra-se a situação em Camaquã. Tudo dando certo, o comércio retorna na segunda-feira (06), seguindo as restrições do decreto.

Quais são os regulamentos

Os regulamentos continuam seguindo decreto anterior, o qual define que supermercados, mercados, padarias, minimercados, açougues, mercearias e peixarias, atendam idosos acima de 65 anos das 7h30min às 9h30min, ficando aberto durante os dias da semana até às 18 horas, e aos sábados até às 19 horas. Como também a orientação da higienização tanto do estabelecimento, quanto para o atendimento aos clientes que solicitarem.

Novo relatório do Coronavirus

Também foi divulgado os novos dados sobre os casos suspeitos em Camaquã, sendo que até o momento foram feitas 23 coletas, sendo que 17 descartados e em análise 6 casos. Alem de ainda estar em isolamento 49 pessoas, as quais continuam sendo monitoradas.

UTI para Camaquã

Na ocasião o Executivo Municipal, confirmou o apoio do governo com o valor de R$ 200 mil mensais, durante 6 meses, para a implantação das 10 unidades UTI em Camaquã, sendo uma parceria com o Hospital Nossa Senhora Aparecida, dentro das ações contra o Coronavírus.

Deixar um comentário