31/03/2020 15h27 - Atualizado em 31/03/2020 15h27

Deputado quer ajuda de Guedes na busca por medidas para estiagem

Edson Brum sugeriu que ministro da Economia ajude o RS com a seca
Por: Assessoria de Comunicação - Foto: Matheus Wagner/Arquivo/Acústica FM
Deputado quer ajuda de Guedes na busca por medidas para estiagem

O presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária Gaúcha, o deputado estadual Edson Brum (MDB), manifestou na reunião da mesa diretora da Assembleia Legislativa, nesta segunda-feira (30), a preocupação com a situação dos prejuízos causados pela seca que assola o Estado.

“Dei uma sugestão que foi aceita pelo presidente da Assembleia, colega Ernani Polo. Ele fará uma manifestação ao ministro da Economia, Paulo Guedes, para nos ajudar neste processo de pressão para que sejam feitas e encaminhadas medidas para agricultura e pecuária do Estado porque até agora não veio nada e a estiagem é no Rio Grande do Sul. No restante do país há uma supersafra. Estamos fazendo a nossa parte em conjunto com a Assembleia”, destacou.

Brum tem atuado fortemente por ações que amenizem a crise causada pela seca. Em 11 e 12 de março, ele participou de compromissos em Brasília relacionados ao assunto. Na ocasião, foi entregue um documento de ações para a estiagem à ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina.

Entre elas, está a busca por novas linhas de renegociação junto aos bancos, com base no Manual de Crédito Rural; a diminuição da taxa de juros e spread bancário; a criação de linha específica junto ao BNDES para operações diretas com cooperativas, revendas e cerealistas; e inclusão dos produtores de tabaco no Pronaf.

Também está sendo defendida a disponibilização de milho, que será deslocado do Centro-Oeste, para atender a alimentação animal; a garantia de 1 salário mínimo, pelo período de 3 meses, aos produtores com DAP (Declaração de Aptidão ao Pronaf) e que não se enquadrem em outras renegociações; a parceria com Funasa para entrega de caminhões pipa e perfuração de cacimbas e poços artesianos; e a parceria com Desenvolvimento Regional para envio de técnicos para auxiliar na elaboração dos planos de trabalho para decretação de situação de emergência pelos municípios.

Deixar um comentário