27/03/2020 17h17 - Atualizado em 27/03/2020 17h17

Pastor suspeito de estupro é preso em Sapucaia do Sul

Líder religioso é acusado de estuprar menina, desde quando ela tinha 11 anos de idade
Por: Ascom Polícia Civil
Pastor suspeito de estupro é preso em Sapucaia do Sul

A Polícia Civil, por meio dos agentes lotados na cidade de Sapucaia do Sul, coordenados pela delegada Luciane Bertoleti, após investigações prenderam um homem, pastor de igreja, pelo crime de estupro contra uma vítima feminina de 11 anos. 

Foi instaurado inquérito policial a partir de denúncia efetivada, em 14 de março do corrente ano, na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento de Canoas, pelo irmão da vítima, o qual relatou que sua irmã, hoje com 13 anos de idade, vinha sofrendo abuso sexual pelo Pastor de Igreja Evangélica, localizada no Bairro Fortuna, em Sapucaia do Sul, desde os 11 anos de idade. 

A vítima e sua família frequentavam a igreja e conheciam a família do pastor. As investidas iniciaram quando a vítima começou a participar de um grupo de jovem em que o pastor era coordenador. 

Os encontros para a prática de estupro ocorriam na casa do suspeito e em motéis de sapucaia. Foi praticado sexo oral, anal e vaginal, comprovados através de perícia física e psíquica. 

O pastor, após saber da denúncia, colocou automóvel e móveis a venda na internet, no intuito de, provavelmente, fugir da cidade. A Delegada Luciane Bertoleti afirma que “foi uma investigação complexa e com muitos detalhes a serem esclarecidos, que culminaram com a autoria e materialidade do crime.” 

O Diretor da 2 Delegacia de Polícia Regional Metropolitana - 2 DPRM - Regional Canoas, Delegado Mario Souza, esclarece que “o crime de estupro é grave e contra criança é gravíssimo.” E que “a defesa das crianças é prioridade absoluta na região.” Por fim Souza afirma que “a sociedade deve denunciar a violência sexual e não ficará impune.”

Deixar um comentário